Rui Car
20/12/2021 14h55

Aluno da Engenharia Mecatrônica do IFC de Rio do Sul desenvolve moto híbrida

Motocicleta foi adaptada para utilizar energia elétrica e a combustão ficando com tração nas duas rodas

Assistência Familiar Alto Vale
Delta Ativa

O acadêmico do curso de Engenharia Mecatrônica, Josan Luiz Arnold Correa desenvolveu em seu trabalho de conclusão de curso (TC) um sistema de integração entre o motor à combustão (gasolina) e elétrico em uma motocicleta.

 

Isto significa que o veículo funciona impulsionado por duas fontes, uma de combustível fóssil e outra de energia mais limpa. Essa interação possibilita que o motociclista se desloque em vias planas com motorização elétrica (de baixo custo por quilômetro rodado) e quanto demandado mais torque (em caso de subida) entre em ação o motor a combustão.

 

Segundo o seu orientador, Prof. Ricardo Veiga, o protótipo configura a primeira motocicleta híbrida com tração nas duas rodas do Alto Vale do Itajaí, e pode se tornar a primeira com licença para circulação do Brasil.  Ressalta ainda que a tração nas duas rodas aumenta a estabilidade da moto e sua dirigibilidade em estradas de chão.

 

De acordo com Josan Luiz Arnold Correa, as próximas etapas do projeto são o registro de patente (modelo de utilidade) e adequação para homologação perante o departamento de trânsito, se for homologada, será a primeira com autorização de circulação no país. “Ainda faltam alguns testes, mas nossa ideia é que a motocicleta possa ter um rendimento de 50km com apenas R$1,00, utilizando esse sistema hibrido”, comentou.

 

Fonte: IFC Rio do Sul
Anderle Telhas e Acessórios