Rui Car
02/06/2022 10h27 - Atualizado em 02/06/2022 10h41

Brasileiros percorrem 720 km nos EUA e fazem homenagem a Jesse e Shurastey no local do acidente

Amigos saíram de São Francisco, na Califórnia, e foram até Oregon, onde plantaram flores e deixaram uma bandeira do Brasil em tributo à dupla. Os dois morreram em 23 de maio

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Eduardo Costa / Arquivo Pessoal

Foto: Eduardo Costa / Arquivo Pessoal

Delta Ativa

Um grupo de brasileiros percorreu cerca de 720 km para fazer uma homenagem ao influenciador Jesse Koz e o golden retriever Shurastey, que morreram em uma rodovia no estado de Oregon, nos Estados Unidos. O grupo saiu de São Francisco, na Califórnia, na segunda-feira (30) e foi até o local do acidente, onde plantou flores e deixou uma bandeira do Brasil.

 

Dirigindo o Dodongo, como o fusca 1978, com placas de Balneário Camboriú foi apelidado, Koz percorria as Américas na companhia do cão. O destino final da viagem era o Alasca. No Instagram, o perfil da iniciativa ultrapassou 1,5 milhão de seguidores nesta quarta-feira (1º).

 

É muito triste. Parece que a gente perdeu um parente, um irmão“, comenta o eletricista e motorista de aplicativo Carlos Eduardo Costa Silva, de 40 anos, que acompanhava o jovem pelas redes sociais.

 

Há cinco anos, ele mora em São Francisco, no Estados Unidos, e tem um fusca 1969.

 

Eu havia mandado mensagem para ele oferecendo estadia e o que ele precisasse de ajuda mecânica aqui em São Francisco. Seria um prazer“, relata.

 

Homenagem

 

Além de Carlos, foram até o local do acidente o amigo Antônio Almeida, de 44 anos, e os dois filhos dele. “Eles me deram apoio e incentivo de ir também“, comenta.

 

Eduardo acompanhava a viagem de Jesse pelas redes sociais e prestou uma homenagem no local do acidente  — Foto: Eduardo Costa/ Arquivo Pessoal/

Eduardo acompanhava a viagem de Jesse pelas redes sociais e prestou uma homenagem no local do acidente (Foto: Eduardo Costa / Arquivo Pessoal)


 

A viagem aconteceu na segunda-feira (30), feriado nacional nos Estados Unidos e dia em que a morte da dupla completou uma semana. Carlos conta que o grupo saiu de casa às 5h e chegou ao local por volta das 13h.

 

Ficamos lá por volta de uma hora, um hora e meia. Fizemos uma oração, as homenagens que a gente gostaria de fazer. Plantei flores, joguei sementes“, comenta. Eles também amarraram uma miniatura de fusca e uma bandeira do Brasil na estrutura da placa, às margens da rodovia.

 

[Jesse era] um cara carismático, com uma história abençoada. Espero que vire filme“, afirma.

 

Desde 2017 viajando, Koz já tinha visitado 17 países no fusca que ganhou o apelido de Dodongo, com placa de Balneário Camboriú. A conta do influenciador no Instagram tem registros das viagens em cidades dos EUA, Chile e litoral do Brasil.

 

Jesse Koz e o golden — Foto: Reprodução/Instagram @jessekoz

Jesse Koz e o golden (Foto: Reprodução / Instagram @jessekoz)


 

De acordo com o amigo de Koz, Felipe Pires, ainda não há data para o velório. A intenção da família é trazer o corpo do brasileiro para Balneário Camboriú. As cinzas do cão também devem vir.

 

A cremação de Shurastey foi uma exigência da legislação internacional, para que ele possa retornar a Santa Catarina ao lado do tutor.

 
Fonte: Sofia Mayer / G1 SC
Anderle Telhas e Acessórios