Rui Car
17/02/2022 11h54

Companhia de turismo norte-americana inicia venda de passagens para voo espacial; saiba quanto custa

Virgin Galactic promete passeio de 90 minutos no espaço, com treinamentos, e um experiência única

Assistência Familiar Alto Vale
 Foto: Reprodução / Internet

Foto: Reprodução / Internet

Delta Ativa

A companhia de turismo espacial norte-americana Virgin Galactic iniciou nesta quarta-feira (16) a venda de passagens para o público em geral poder conhecer o espaço por alguns minutos. O custo do passeio é de US$ 450 mil, o equivalente a R$ 2,3 milhões.

 

Os primeiros voos espaciais estão previstos para o fim de 2022, conforme havia anunciado, recentemente, a empresa fundada pelo bilionário Richard Branson. As informações são do UOL.

 

As passagens já estavam à venda desde agosto, mas reservadas apenas aos viajantes registrados em uma lista de espera. Em novembro, a empresa anunciou que já havia vendido 100 viagens.

 

Como participar?

 

A possibilidade de se inscrever para o voo espacial está aberta a todos pelo site da companhia, desde que haja o depósito de US$ 150 mil, informou a Virgin Galactic em comunicado.

 

A viagem, com cerca de 90 minutos, contando a duração da subida, deve iniciar com uma decolagem a partir da base espacial Spaceport America, no deserto do Novo México, após vários dias de treinamento.

 

companhia utiliza um enorme avião, portador que decola de uma pista convencional, e que depois libera uma nave semelhante a um grande jato privado. Essa, por sua vez, aciona o seu motor até superar os 80 quilômetros de altitude e depois retorna planando.

 

Uma vez no céu, os passageiros podem se soltar de seus assentos para experimentar alguns minutos de gravidade zero e admirar a curvatura terrestre através das janelas.

 

Melhorias

 

Atualmente, a Virgin Galactic está realizando modificações no avião-portador e na nave para melhorar o comportamento dos motores e sua capacidade de voar com maior frequência. Esse período, que começou em outubro, deve durar entre nove e dez meses, declarou na época um porta-voz da empresa à AFP. O início das atividades comerciais está previsto para o quarto trimestre de 2022.

 

Fonte: ND+
Anderle Telhas e Acessórios