16/10/2021 11h05 - Atualizado em 16/10/2021 11h06

Conheça oito cidades turísticas para visitar em Santa Catarina

De janeiro a dezembro, faça frio ou calor, há inúmeros lugares para conhecer no estado

PUBLICIDADE
Assistência Familiar Alto Vale
PUBLICIDADE
Delta Ativa

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

CLIQUE AQUI

 

São muitos atrativos para você escolher nas cidades turísticas de Santa Catarina. É possível optar por belas praias com águas cristalinas, se refrescar ou aproveitar o frio nas serras. E, de bônus, pode ainda tomar um banho incrível de cachoeira ou até mesmo nas maravilhosas águas termais.

Santa Catarina conta com diversidade, infraestrutura de primeira e segurança. Não é à toa que tem tantas cidades turísticas oferecendo hospitalidade. O turismo está presente no ano inteiro com vários tipos de roteiros e para todos os gostos e idades.

 

Se você gosta de passeios culturais e é curioso, a dica é percorrer as várias cidades históricas de Santa Catarina. A inovação também está presente em seus municípios. Conhecer o estado catarinense é certeza de usufruir bons espetáculos da natureza e também fazer boas compras.

 

E por falar em coisas boas, destaque para a gastronomia das cidades turísticas de Santa Catarina. O estado tem tudo pra te pegar pelo estômago! São diversos restaurantes internacionais e uma culinária colonial de dar água na boca.

 

Você pode provar queijos, doces, geleias e vinhos produzidos artesanalmente, além de pratos alemães, italianos, açorianos e portugueses.

 

Entre as cidades turísticas de Santa Catarina, separamos algumas que são consideradas as mais bonitas do estado. Outras que são os destinos preferidos pros que amam praias. E há ainda aquelas que revelam todo o charme da colonização europeia. É hora de fazer as malas!

 

8 cidades turísticas de Santa Catarina

 

Florianópolis

 

A capital de Santa Catarina, também conhecida pelo nome carinhoso de Floripa, é formada por uma grande ilha principal, a Ilha de Santa Catarina, algumas ilhas menores e também por uma parte no continente. O que visitar:

 

Ilha do Campeche: cercada por diversas praias. Aqui você encontra águas calmas e cristalinas que convidam para um mergulho

 

Lagoa do Peri: espelho d’água de 5 km², rico em belezas naturais, excelente para banho e com um parque para as crianças

 

Ribeirão da Ilha: conjunto de pequenas praias onde existiu a comunidade carijós de índios. Local histórico, com ruas bem estreitas e casarões coloniais coloridos

 

Lagoa da Conceição: local onde ficam os bares e restaurantes, além de uma bela paisagem de água e verde. Ponto de encontro dos jovens

 

Costa da Lagoa: possui flora e fauna preservadas. No local só é possível chegar de barco e as embarcações saem de hora em hora. Idas e vndas levam cerca de 40 minutos

 

Dunas da Joaquina: a praia da Joaquina pode ser acessada por meio de uma trilha de areia. Nestas dunas pratica-se o sandboard, surf na areia

 

Mirante Ponto de Vista: fica no bairro da Lagoa e dali você pode visualizar toda a região central. É considerado um dos cartões postais da cidade

 

Centro Histórico: tem diversas construções antigas, inclusive o Mercado Público de Florianópolis

 

Bairro Santo Antônio de Lisboa: local rico de tradições portuguesas, com diversos bares e restaurantes, alguns pé na areia

 

Jurerê Internacional: conta com um bairro luxuoso em meio à natureza e lindas praias e paisagens. Além de hotéis, o local conta com shopping a céu aberto

 

Fortaleza de Santa Cruz de Anhatomirim: ao norte de Florianópolis, está o sistema de defesa da Ilha

Balneário Camboriú

 

Quem ainda não foi, certamente já ouviu falar dessa cidade famosa por causa do seu deslumbrante balneário. Fica a 81 km de Florianópolis. É uma das melhores opções para quem gosta de combinar praias, aventuras e compras. Além de visitar a agitada praia central, veja também:

Parque Unipraias: caminho de Mata Atlântica que termina na praia de Laranjeiras. Bom para a prática de arvorismo, andar no trenó Youhooo, que corta 710 metros de mata, ou passear de tirolesa sentada, no ZipRider. No mar, experimente andar no Barco Pirata

 

Bondinho: funciona 24 horas por dia Cristo Luz: monumento de 33 metros segura um canhão de luz com um dos braços e ilumina a cidade inteira. Sua luz muda de cor durante a noite. Fica no alto de um mirante. Lá você encontra um presépio fixo, lojas, restaurante e atrações culturais Avenida Atlântica: via de badalação, das casas noturnas e restaurantes em frente ao mar

 

Bombinhas

 

Cidade aconchegante e com aproximadamente 40 opções de praia. Bombinhas está a 75 km de Florianópolis. O que visitar:

Visitar os museus, o mirante, as capelas históricas e as casas de cultura

 

As praias Mariscal, Bombas e Bombinhas são imperdíveis por suas águas cristalinas

Urubici

 

Fica no sul do estado e faz parte da Serra do Rastro. É a mais famosa das cidades turísticas de Santa Catarina no inverno porque tem neve. Suas muitas belezas naturais vão das montanhas ao cultivo de hortaliças, maçãs e chimarrão. A cidade está a 950 metros de altitude e destaca-se pelo ecoturismo e turismo de aventuras. Visite:

Morro da Igreja que fica a 1.822 metros de altitude. Trata-se do ponto habitado mais alto do Brasil

 

Pedra Furada, Serra do Corvo Branco, Gruta Nossa Senhora de Lourdes, Pedra da Águia e o Cânion do Espraiado também são boas opções que unem história e natureza

Blumenau

 

Cidade charmosa de colonização europeia, Blumenau fica a 153 km da capital Florianópolis e está localizada no Vale do Itajaí. Preferida entre as cidades turísticas de Santa Catarina, é o local onde é realizada a segunda maior Oktoberfest do mundo. Somente cancelada em 2020 e 2021 devido à Pandemia do Coronavírus. O que visitar:

Oktoberfest: o maior evento da cidade ocorre durante cerca de 20 dias do mês de outubro no Parque Vila Germânica e demais ruas do município. Cancelado em 2020 e 2021 devido à Pandemia do Coronavírus

 

Morro do Spitzkopf: tem 936 metros de altitude e está localizado no Parque Ecológico Spitzkopf, a 15 km do Centro de Blumenau. Em meio à Mata Atlântica, conta com cascatas, riachos, piscinas naturais e trilhas

 

Vila Itoupava: a cultura alemã é muito forte no local, com moradores descendentes de alemães que preservam a tradição e cultura do país. Vale a pena visitar pelas construções antigas e culinária típica. Fica a 25 km de Blumenau.

 

Museu da Cerveja: em seu acervo estão antigos equipamentos utilizados na fabricação da bebida, fotos e documentos que registram a história da cerveja em Blumenau

 

Parque Ramiro Ruediger: fica ao lado da Vila Germânica e conta com muitas opções para se divertir em meio à natureza, como pistas de corrida e caminhada, ciclovia, bosques, playgrounds, lanchonetes e quadras poliesportivas de tênis e de areia

 

Teatro Carlos Gomes: destaque para sua arquitetura, cuja construção está rodeada por uma bela praça

 

Primeira locomotiva de Blumenau: estacionada próxima à prefeitura de Blumenau desde 1991 Um bom lugar para tirar belas fotos!

Pomerode

 

É considerada a cidade mais alemã do Brasil. Pomerode está localizada na região do Vale do Itajaí, a 179 km da capital do Estado. Beleza é o que não falta nesse lugar típico europeu. O que visitar:

Pórtico do Imigrante: réplica do portal de Stettin, na extinta Pomerânia, construída para homenagear os imigrantes que fundaram a cidade

 

Portal Turístico Sul: construído em estilo enxaimel, o local conta com praça e loja de souvenirs

 

Rota do Enxaimel: maior acervo de construções desse tipo fora da Alemanha

 

Museu do Marceneiro: conta a história de uma família local com o ofício de fabricar móveis.

 

Praça Torgelow: possui esculturas de bronze em tamanho real que representam os 180 anos da imigração alemã em Santa Catarina

 

Vila Encantada: primeiro parque de dinossauros do Estado

 

Teatro Municipal, o Museu Pomerano e o Centro Cultural: nesses espaços, que ficam no centro da cidade, você pode aprender muita história e mergulhar na cultura alemã

Joinville

 

Conhecida como Capital da Dança, Joinville sedia a única filial da renomada Escola do Teatro Bolshoi. Trata-se da maior cidade de Santa Catarina e fica a 186 km de Florianópolis. O que visitar:

 

Pórtico de Joinville: construído em estilo enxaimel, é considerado o cartão postal da cidade. Além dele, a arquitetura enxaimel pode ser observada no Mercado Público Municipal e na Estação da Memória, antiga estação de trem da cidade

 

Mirante: fica na parte central do município. De lá se enxerga toda a sua paisagem

 

Zoobotânico: de onde partem os ônibus para o mirante, o zoobotânico tem um grande lago e uma variedade de animais. Natureza do entorno é exuberante

 

Festival da Dança, o maior do mundo: atrai milhares de brasileiros todos os anos, no mês de julho, com exceção dos anos da Pandemia do Coronavírus

 

Rua das Palmeiras: a mais bonita da cidade e caminho que leva ao Museu Nacional de Imigração e Colonização. Conferir se está aberto à visitação devido à reforma

 

Barco Príncipe: passeio pela Baía da Babitonga, saindo de Joinville, passa por 14 ilhas e chega a São Francisco do Sul. A viagem dura cerca de 5 horas. O almoço é servido no barco acompanhado de música ao vivo

São Francisco do Sul

 

É a cidade mais antiga de Santa Catarina e dona do seu maior porto. Foi colonizada por portugueses. Possui mais de 400 imóveis tombados como patrimônio histórico. O que visitar:

Os museus, a igreja matriz e o mercado público. Fica tudo perto e é fácil de achar caminhando pelo centro da cidade

 

Francisquinha City Tour: caso queira conhecer a cidade de trem. O passeio dura 1h30

 

São Chico: parque ecológico

 

Forte Marechal Luz: ponto de defesa com grandes canhões, mirante e praia.


Fonte: Hora de Santa Catarina / NSC Total 

PUBLICIDADE
Anderle Telhas e Acessórios