Rui Car
06/01/2022 14h15 - Atualizado em 06/01/2022 14h16

Lições dos videogames para 2022

São muitas as situações em que a Samus é pega de calça curta

Assistência Familiar Alto Vale
Personagem Samus Aran, protagonista da série

Personagem Samus Aran, protagonista da série "Metroid" (Foto: Reprodução / Metroid Dread)

Delta Ativa

Meu final de ano foi um pouco bagunçado, com muitas mudanças de planos em cima da hora. Não sei se você lida bem com isso ou até gosta de alterações repentinas. Mas eu não sou assim, prefiro planejar com antecedência e que as coisas mais ou menos aconteçam como foram pensadas. Claro que nunca é como a gente planejou, mas não precisa sair totalmente dos eixos.

Estou contando isso porque uma atividade me trouxe muito conforto no final do ano: os videogames. Agora estou jogando Metroid Dread, a nova aventura da Samus Aran. E fiquei pensando por que esse jogo me trouxe conforto. Afinal, há vários quadros aqui que causariam até estresse: ir a um planeta desconhecido, sem saber o que esperar. Ser atacada de repente, sem estar preparada. Não poder planejar nada, porque não se sabe o que vem pela frente.

 

Personagem Samus explora caverna em "Metroid Dread"

Samus destemidamente explora caverna em planeta desconhecido (Foto: Reprodução / Metroid Dread)


São muitas as situações em que a Samus é pega de calça curta. Aliás, isso ocorre em quase todas as salas que ela entra no jogo. Mas, mesmo assim, ela se mantém sã, na medida do possível.

 

Os games têm muitas coisas que às vezes faltam na vida real. E, depois de pensar sobre por que encontrava conforto em Metroid Dread, vi que uma delas são as regras claras. Jogos seguem normas. Você aperta o botão B e a Samus pula. Você aperta Y e ela atira. Isso nunca muda. E, na vida, não parece às vezes que mudam algumas regras? Nem sempre o que valia há dois dias está valendo agora.

Outra coisa que temos nos games é que, não importa o quão difícil é, você sabe que, se você se esforçar só mais um pouquinho, provavelmente será vitorioso. Se você tentar só mais uma vez, vai conseguir despistar aquele robô assassino que está perseguindo nossa heroína. Se sobreviver mais um pouquinho, vai descobrir o ponto fraco daquele chefe que te destruiu em segundos na rodada anterior.

 

Às vezes não parece que, na vida, mesmo você se esforçando, não vai ter o resultado que você queria?

 

Só mais uma coisa sobre os jogos: dentro dos games está a resposta que você precisa para prosseguir. Em Metroid, isso pode ser uma nova habilidade para a Samus, um caminho escondido ou um chefe que você ainda não encontrou e vai te dar um item muito bom, por exemplo. Na sua vida, tenho certeza que algumas vezes você não soube o que fazer. Ou pensou em várias alternativas, porém ficou difícil saber qual seria a melhor. Ou consultou amigos e familiares, pois não conseguiu encontrar sozinho a solução.

 

Nos games, não é assim. Você sempre é capaz de vencer, dentro das regras daquele universo. E assim você encontra conforto, mesmo sabendo que, no jogo, talvez ache um inimigo que vá ficar te perseguindo, ou um chefão insuportável que vai te derrotar muitas vezes antes que você entenda como ser mais esperto e rápido do que ele. Situações essas que podem te deixar com raiva na hora, mas trazem uma ótima sensação ao serem superadas.

 

Samus em frente a tentáculo rosa em "Metroid Dread"

Algo me diz que um chefão está por vir… (Foto: Reprodução / Metroid Dread)


Mesmo que a sua vida agora pareça estar no nível Cuphead de dificuldade e você esteja em busca de um detonado ou de um amigo que possa passar aquela fase impossível para você, tente não desaminar. Passar por situações complexas faz parte de ser um humano. No jogo da vida, é preciso dosar com o que se importar, onde depositar nossas energias, investir nossa atenção em quem vale a pena. E nem sempre é óbvio o melhor caminho.

Assim como a Samus, estamos sempre aprendendo. Não é porque você já jogou outros Metroids que o Dread vai ser fácil. Sempre vai ter um inimigo com um padrão de ataque novo, uma habilidade que você nunca teve antes e precisará dominar, um tanque de energia em um lugar que você não faz ideia como alcançar. Mas não se desespere.

 

Personagem Samus com armadura azul em tela de loading

Samus fica atenta até quando está no elevador (Foto: Reprodução / Metroid Dread)

Neste novo ano, faça como a Samus. Dê tempo a si mesmo para estudar as situações; domine as suas habilidades e aprenda novas; tenha coragem para seguir em frente, mesmo se isso significar ir a um lugar desconhecido; planeje quando der e tenha jogo de cintura para agir quando algo inesperado ocorrer. De repente você descobre que tem mais em comum com seu herói favorito dos games do que imagina.

 

Fonte: Pensando Sobre Games / NSC Total
Anderle Telhas e Acessórios