Rui Car
09/02/2022 10h24

Mulher mais velha do mundo completa 119 anos e esbanja alegria

Kane Tanaka é reconhecida pelo Guinness Book como a mulher mais velha a estar viva no mundo

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Internet / Divulgação

Foto: Internet / Divulgação

Delta Ativa

Você imagina chegar aos 119 anos de idade? No Japão, a centenária Kane Tanaka conquistou essa marca recentemente. A comemoração foi postada no último domingo (02) pela bisneta da mulher, que criou uma conta nas redes sociais apenas para compartilhar a história de sua bisavó.

 

Junko Tanaka desejou na publicação que sua bisavó continuasse vivendo a vida com alegria e plenitude. Ela comemorou o aniversário com muito carinho e presentes de seus amigos e familiares.

 

 

 

A empresa Coca-Cola também fez uma homenagem à mulher, e a enviou garrafinhas com rótulos personalizados com seu nome e idade.

 

 

Vida centenária

 

Kane nasceu em 1903. Isso significa que a idosa assistiu alguns dos eventos históricos mais emblemáticos do último século, como as duas guerras mundiais, a gripe espanhola, a queda do muro de Berlim, o fim da URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas) e muito mais.

 

Kane Tanaka se casou aos 19 anos com um proprietário de uma loja de arroz, onde trabalhou até seus 103 anos. Atualmente ela mora em uma casa de repouso em Fukuoka, no Japão. Em 2019 ela foi reconhecida pelo Guinness Book como sendo a pessoa viva mais velha do mundo.

 

Guinness Book

 

Segundo o livro dos recordes, a pessoa mais velha do mundo morreu em 1997 com 122 anos de idade. Ela se chamava Jeanne Calment, e era natural da França. Já no Brasil, o título de pessoa mais velha a ter vivido pertence a Francisca Celsa dos Santos, que morreu aos 116 anos em 2021.

 

Fonte: ND+
Anderle Telhas e Acessórios