Rui Car
22/03/2022 16h50

Museu em homenagem aos tropeiros é inaugurado na Serra catarinense

Acervo é composto por peças de montaria, armas, livros e documentos históricos sobre o Esquadrão de Lanceiros dos Republicanos

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Ary Barbosa de Jesus / Divulgação

Foto: Ary Barbosa de Jesus / Divulgação

Delta Ativa

cidade de Lages, na Serra catarinense, agora conta com o Museu da Guarda Nacional e do Tropeirismo. O local reúne acervo de peças históricas e de uso pessoal e da lida campeira, pertencentes ao fazendeiro Leandro da Silva Vieira, mais conhecido por general Leandrinho.

 

De acordo com Eliziário Vieira, o museu resgata parte da história do “Esquadrão de Lanceiros dos Republicanos de Lages”. Como comandante deste esquadrão, o general Leandrinho não media esforços para rememorar e manter viva a chama dos ideais republicanos e farroupilhas e a partir disso criar o “Movimento Pró-Pátria”, em Lages.

 

O Piquete dos Lanceiros dos “Republicanos de Lages” foi criado na Fazenda Trindade, na Coxilha Rica, em 23 de junho de 1968, mais tarde rebatizado de “Esquadrão de Lanceiros dos Republicanos de Lages”.

 

Ele surgiu em homenagem aos republicanos lageanos que em 11 de março de 1839 proclamaram a “República Catarinense”, fato também reconhecido por alguns historiadores como República Juliana de Lages.

 

Os primeiros lanceiros tombaram em combate, em 12 de janeiro de 1840, às margens do rio Marombas, em Curitibanos, na batalha dos Campos das Forquilhas, lutando contra tropas imperiais comandadas pelo coronel Melo de Albuquerque. Nesta histórica batalha participaram os republicanos e farroupilhas Teixeira Nunes, Giuseppe Garibaldi e Anita Garibaldi.

 

O Museu do Tropeiro pode ser visitado por grupos de estudantes mediante agendamento prévio, sendo de livre acesso aos visitantes da Chácara Bom Jesus Turismo e Lazer.

 

Fonte: ND+
Anderle Telhas e Acessórios