25/11/2021 11h23

Pessoa mais velha do mundo morre aos 124 anos; veja quem era

Filipina era a última pessoa do século XIX, em registro, que estava viva. Ela morreu ao lado de 15 dos seus 50 netos

PUBLICIDADE
Assistência Familiar Alto Vale
É a última mulher nascida no século XIX, o que faria dela a pessoa mais velha do mundo (Foto: Prefeitura de Kabankalan / Divulgação)

É a última mulher nascida no século XIX, o que faria dela a pessoa mais velha do mundo (Foto: Prefeitura de Kabankalan / Divulgação)

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Francisca Susano, carinhosamente conhecida como Lola Iska, morreu na última segunda-feira (22) na província de Negros Ocidental, nas Filipinas. Ela tinha 124 anos e morreu em casa ao lado de 15 dos seus 50 netos.

 

A supercentenária é a última mulher nascida no século XIX, o que faria dela a pessoa mais velha do mundo. Documentos dizem que ela nasceu em 11 de setembro de 1897, um ano antes de os espanhóis abandonarem o reinado sobre as Filipinas. Uma equipe do Livro dos Recordes Guinness estava analisando os documentos da filipina, antes da sua morte.

 

Lola teve 14 filhos e oito deles ainda estão vivos. A causa da morte dela ainda não foi confirmada, disse o porta-voz da prefeitura, Jake Carlyne Gonzáles, que anunciou a morte da idosa nas redes sociais da cidade.

 

Ela aprendeu a tocar gaita como recomendação médica para exercitar os pulmões. – Foto: Prefeitura de Kabankalan/Divulgação/ND

Ela aprendeu a tocar gaita como recomendação médica para exercitar os pulmões (Foto: Prefeitura de Kabankalan / Divulgação)

O cadáver da filipina será testado para Covid-19, mas essa causa não é provável, já que a idosa não apresentava nenhum sintoma da doença.

 

A prefeitura publicou nota enaltecendo a “inspiração” que era a vida de Lola, que creditava a longevidade ao consumo de manteiga e queijo.

Fonte: ND+
PUBLICIDADE
Anderle Telhas e Acessórios