Rui Car
24/02/2022 14h25

Time da Alemanha anuncia retirada de patrocínio de empresa russa após invasão na Ucrânia

Jornal alemão sugeriu que o clube removesse o logotipo e adicionasse "Liberdade na Ucrânia"

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Reprodução / Internet

Foto: Reprodução / Internet

Delta Ativa

O FC Schalke 04, que participa da segunda divisão da Alemanha, decidiu remover o patrocínio de empresa russa após invasão na Ucrânia nesta quinta-feira (24).

 

GAZPROM é a maior empresa de energia russa e o maior exportador mundial de gás natural.

 

O acordo entre a estatal russa e o clube é firmada desde 2007 e teria contrato até 2025, pagando 9 milhões de euros por ano, ou seja, R$ 51,32 milhões enquanto o clube disputa a segunda divisão.

 

Em caso de retorno à elite do futebol alemão, o clube receberia 15 milhões de euros pagos (R$ 85,53 milhões), mais um bônus de 3 milhões de euros (R$ 17,11 milhões). O logotipo será substituído por letras que dizem ‘Schalke 04’.

 

Recentemente, o BILD, um dos principais jornais da Alemanha, sugeriu que o clube removesse o logotipo da GAZPROM e adicionasse “Liberdade na Ucrânia”. O pedido foi controverso porque o mercado alemão depende do fornecimento de gás russo.

 

O jornal destacou fotos da camisa do Schalke já editada com a frase – Foto: Internet/Reprodução/ND

O jornal destacou fotos da camisa do Schalke já editada com a frase (Foto: Internet / Reprodução)

Na manhã desta quinta-feira (24), o clube alemão ainda postou uma nota em sua rede social, em que, traduzida diz: “Tendo em vista os acontecimentos, desenvolvimento e escalada dos últimos dias: #S04 tira o GAZPROM das camisas.”

 

Fonte: Francisco Lund Junior / ND+
Anderle Telhas e Acessórios