Rui Car
27/06/2022 15h53

Avaí arranca empate e quebra sequência de vitórias do líder Palmeiras

Leão da Ilha até saiu na frente, mas acabou tomando a virada e buscou resultado no fim

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Fabiano Rateke / Avaí

Foto: Fabiano Rateke / Avaí

Delta Ativa

Avaí recebeu o Palmeiras em duelo válido pela 14ª rodada da Série A e arrancou um grande empate, dentro de casa. O Leão da Ilha até saiu na frente, mas acabou tomando a virada. Um lindo gol de falta, no entanto, deu números finais – e legítimos – ao encontro.

 

Com o resultado o Avaí chegou aos 18 pontos e agora ocupa a 10ª colocação na tabela. O Palmeiras segue líder isolado da Série A com 29 pontos, três na frente do vice-líder, o Corinthians.

 

História do jogo

 

O que significa encarar o Palmeiras, atualmente? Na frieza dos números, para qualquer adversário, é sinônimo de derrota. Só em 2022, por exemplo, o time de Abel Ferreira perdeu apenas quatro vezes.

 

Atual bicampeão da América, os paulistas representam o que há de mais poderoso no futebol brasileiro: dinheiro, tradição e conquistas.

 

Esse é o Palmeiras de Abel Ferreira, que esteve em terrenos florianopolitanos nas últimas horas.

 

Primeiro tempo

 

O Avaí começou bem postado diante do Palmeiras. Sem se importar qual era a camisa do outro lado do campo, aproveitou a empolgação da torcida para tomar as rédeas da partida.

 

Foi o Palmeiras, claro, que levou o maior perigo no começo do jogo. Cruzamento do lado direito onde Rafael Navarro, de cabeça, mandou no canto onde Vladimir voou e catou.

 

O Avaí consegui a resposta, a altura, mais de meia-hora depois. Bola respingada para Eduardo, na entrada da grande área, dominar a mandar colocado, no ângulo esquerdo de Weverton que saltou a não achou nada.

 

O grande lance a primeira etapa – para o Avaí – chegou com o cronômetro quase “zerado”. Jogada pela direita onde o atacante do Leão foi derrubado dentro da área. Wagner Magalhães, naquele momento bem colocado, assinalou a penalidade imediatamente.

 

Foi o 10º pênalti cobrado pelo Avaí nesta Série A, o líder no quesito entre os clubes, onde Bissoli cobrou com categoria e abriu o placar, para a festa da torcida do Leão.

 

Pênalti relâmpago

 

Eram pouco mais de 30 segundo do relógio quando uma bola dentro da área do Avaí sobrou nos pés de Zé Raphael que bateu forte, a bola explodiu no braço aberto de Bressan e o árbitro marcou pênalti.

 

Gustavo Scarpa cobrou e empatou a partida, para delírio dos mais de 2 mil palmeirenses presentes no estádio da Ressacada.

 

O Avaí teve uma boa resposta: falta em Bissoli, a cinco passos da grande área, onde Kevin cobrou bonito e Weverton voou para fazer linda defesa. Melhor lance do Leão da Ilha, até ali, no segundo tempo.

 

Rony e Veiga

 

Esses fora os nomes escolhidos por Abel Ferreira para entrar em campo com o relógio marcando menos de 15 da segunda etapa.

 

O primeiro toque na bola de Rony saiu o gol da virada: jogada de Wesley pela esquerda onde ele passou por Kevin e rolou para Rony, entre os zagueiros completar para o gol. Virada do Porco.

 

Jean Pyerre

 

Depois te tomar a virada o técnico Eduardo Barroca precisou mexer na equipe. Lançou o meia Jean Pyerre, considerado a grande contratação do Avaí para a Série A.

 

O meia, em pouco minutos, conseguiu corresponder. Falta na entrada da área onde o camisa 21, com muita categoria, mandou a bola no ângulo do goleiro Weverton que nem foi na bola. Ela triscou na trave e entrou em lindo lance. Empate do Leão e explosão na Ressacada.

 

Próxima parada

 

O Avaí recebe o Cuiabá, no próximo domingo (03), às 11h, mais uma vez, no estádio da Ressacada. O Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro, recebe o Athletico Paranaense, em São Paulo.

 

O Verdão, no entanto, vai até o Paraguai para encarar o Cerro Porteño, em duelo válido pela primeira partida das oitavas de final da Copa Libertadores da América – no qual é bicampeão.

 

FICHA TÉCNICA

 

Avaí: Vladimir; Kevin, Bressan, Arthur Chaves e Cortez; Raniele (Lucas Ventura), Bruno Silva e Eduardo (Jean Pyerre); Muriqui (Morato), Bissoli (Jean Cléber) e Potker. Técnico: Eduardo Barroca.

 

Palmeiras: Weverton; Mayke, Luan, Gustavo Gomez e Jorge; Zé Rafael, Gabriel Menino (Atuesta) e Scarpa (Veiga); Breno Lopes (Rony), Navarro (Gabriel Verón) e Wesley (Dudu). Técnico: Abel Ferreira.

 

Gols: Bissoli (50/1T), Jean Pyerre; Scarpa (1/2T), Rony (20/2T)

 

Cartões amarelos: Arthur Chaves, Bressan, Potker (AVA); Gustavo Gómez (PAL)

 

Arbitragem: Wagner do Nascimento Magalhaes (FIFA) apita a partida, auxiliado por Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ); Rodrigo Nunes de Sa (VAR-FIFA) estará no VAR

 

Local: estádio da Ressacada, em Florianópolis

 

Público e renda: 15.233 pessoas para uma renda de R$ 819.619,00

 
Fonte: Diogo de Souza / ND+
Anderle Telhas e Acessórios