Rui Car
12/01/2023 11h49 - Atualizado em 12/01/2023 13h45

Brusque vence, fica com a Taça Rei Pelé e conquista o bi da Recopa Catarinense

Marreco superou as dificuldades do começo da temporada para vencer o Marcílio Dias

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: @ocancheiro

Foto: @ocancheiro

Delta Ativa

O Brusque superou as dificuldades de um começo de temporada e venceu o Marcílio Dias pelo placar de 1 a 0, na noite desta quarta-feira (11), no estádio Augusto Bauer.

 

Com o resultado o Bruscão conquistou o bicampeonato da Recopa Catarinense e igualou o Figueirense como maior vencedor da taça.

 

Jogo

 

O jogo válido pela Recopa Catarinense reúne, como é de conhecimento geral, o vencedor do estadual com o vencedor da copa da federação. Isso, em tese, dá ao duelo uma condição de maioral para o vencedor.

 

Isso, é claro, em tese. Com bola rolando a realidade é de times de “ressaca” e ainda em busca de ajuste uma vez que início de temporada é sinônimo de contratações e reformulações.

 

Em campo um duelo de muita briga por espaço, muita luta e pouquíssima qualidade. Com pouco mais de 3000 pessoas no estádio Augusto Bauer, o que se viu foi muita intensidade e pouca técnica.

 

Aliás, o que mais brilhou em campo foi o uniforme da arbitragem que, toda de branco, chamou bastante atenção em meio aos uniformes das equipes.

 

A opção pelo branco foi para homenagear o Rei Pelé, uma vez que os uniformes ainda apareceram com números “10”.

 

1 a 0

 

A segunda etapa, ao menos no número de oportunidades criadas, melhorou e muito. O Brusque, ao longo do jogo superior em posse de bola, consolidou sua condição em campo.

 

Depois de muito pressionar, o time quadricolor chegou ao gol com Alex Ruan, aos 36′ da segunda etapa, após jogada pela esquerda. Confira:

 

 

Até o apito final, além de não haver jogo, muita confusão envolvendo os jogadores dos bancos de reservas e os atletas de dentro de campo também. Apesar de toda a confusão e dois cartões vermelhos, o jogo terminou para a festa dos 1000 presentes no estádio Augusto Bauer.

 

Pode ser uma imagem de 4 pessoas, pessoas praticando esportes e pessoas em pé

Foto: @ocancheiro

 

Próxima parada

 

O Brusque recebe, no domingo, em Brusque o Barra, comandado pelo técnico Hemerson Maria. Já o Marcílio Dias recebe, em Itajaí, o Hercílio Luz, também no domingo.

 

O jogo de Brusque está marcado para às 19h, já o duelo de Itajaí vai acontece um pouco mais cedo, às 17h.

 

FICHA TÉCNICA

 

Brusque: Matheus Nogueira; Toty, Ianson, Wallace e Airton; Rodolfo Potiguar (Rodrigo), Diego Mathias (Jhemerson) e Thiago Alagoano (Alex Ruan); Cléo Silva, Olávio e Luizinho (Lucas Polleto). Técnico: Luizinho Lopes.

 

Marcílio Dias: Rafael Pin; Victor Guilherme (Jhoninha), Everton, Léo Rigo e Willian Simões; Brunão (Tinga), Alison e Luiz Fernando (Cristian); Juninho (Luis Ricardo), Cesinha e Rodrigo Pimpão (Peu). Técnico: Rogério Corrêa.

 

Gol: Alex Ruan (36/2T)

 

Cartões amarelos: Airton (BRU); Victor Guilherme (MAR)

 

Arbitragem: Bráulio da Silva Machado (FIFA), que será auxiliado por Henrique Neu Ribeiro e José Roberto Larroyd. O quarto árbitro será Tiago Soares dos Santos.

 

Data: 11/01/2023. Local: estádio Augusto Bauer, em Brusque.

 

Fonte: ND+
Anuncie Aqui