25/01/2021 15h11

Com emoção e gol nos acréscimos, Avaí bate o Guarani e segue vivo na luta pelo acesso

Jonathan marcou o gol da vitória aos 52 minutos do segundo tempo e mantém a equipe de Florianópolis viva na última rodada; Leão precisará "secar" Juventude e CSA

PUBLICIDADE
Assistência Familiar Alto Vale
Avaí vence o Guarani no último e chega na última rodada com chance de acesso (Foto: Foto: André Palma Ribeiro/Avaí F. C.)

Avaí vence o Guarani no último e chega na última rodada com chance de acesso (Foto: Foto: André Palma Ribeiro/Avaí F. C.)

PUBLICIDADE
Delta Ativa

O Avaí está vivo na luta pelo acesso. Na marra, na garra e na raça que o torcedor Azurra tanto gosta, o Leão bateu o Guarani na noite de sábado (23), com um gol de Jonathan aos 52 minutos do segundo tempo e vai para a última rodada da Série B com chances matemáticas de conseguir o acesso.

 

A equipe catarinense saiu na frente com Alemão e viu o Guarani crescer no segundo tempo e empatar com Júnior Todinho. Quando o empate e o fim do sonho do acesso já pareciam encaminhados, o jovem atacante Jô deixou Jonathan na cara do gol para marcar o gol da vitória.

 

O resultado leva a equipe Azurra aos 55 pontos, na sexta posição, ficando a três do Juventude, o quarto colocado.

 

Primeiro tempo animado

 

Apesar do gramado pesado devido à chuva que cai em Florianópolis desde a última segunda-feira (18), não faltaram emoções e boas chances de gol na primeira etapa para ambas as equipes.

 

O Guarani quase abriu o placar aos 17 minutos. Rickson recebeu na cara de Glédson e chutou em cima do goleiro avaiano. No rebote, Murilo Rangel finalizou e Alemão salvou em cima da linha.

 

No lance seguinte, o Leão puxou contra-ataque com Edilson, o lateral acionou Getúlio que driblou Wálber, saiu cara a cara Gabriel Mesquita, mas não conseguiu driblar o goleiro do Bugre. O detalhe é que as duas chances de gol aconteceram em um intervalo de apenas 14 segundos.

 

A bola parada, que já havia sido o ponte forte do Avaí na goleada sobre o Juventude, voltou a funcionar. Cobrança de escanteio de Vinícius Leite pela esquerda, e Alemão se antecipou ao goleiro para desviar para as redes: 1 a 0 Leão.

 

Após o gol a equipe visitante cresceu na partida e acertou a trave avaiana duas vezes. Aos 24’ Pablo arriscou de fora da área e acertou a trave de Glédson. Aos 29’ foi a vez de Júnior Todinho arriscar de fora da área e acertar o travessão.

 

Novamente na bola parada, o Avaí quase voltou a marcar já nos acréscimos da primeira etapa. Edilson cobrou falta pela direita, a zaga do Guarani acabou desviando contra o próprio patrimônio e Gabriel Mesquita precisou se esticar para evitar o segundo gol Azurra.

 

Domínio Bugre

 

O que já se desenhava na primeira etapa, aconteceu já no início do segundo tempo. Aos 7 minutos, Júnior Todinho recebeu de Rickson dentro da grande área, bateu cruzado, a bola desviou em Alemão e morreu no fundo das redes de Glédson.

 

Com dificuldades na criação pelo lado Azurra, o Bugre voltou a ameaçar aos 17, novamente com Júnior Todinho. O camisa 29 recebeu dentro da área, limpou João Lucas, finalizou, a bola desviou em Betão e foi por cima do gol.

 

Em uma das poucas oportunidades do Avaí, Rômulo acionou Renato pela direita, da entrada da área o camisa 14 avaiano arriscou e mandou para fora.

 

Melhor na partida, a equipe visitante voltou a assustar aos 22’, em tabela pela esquerda Renanzinho mandou um chutaço de fora da área e obrigou Glédson a fazer grande defesa.

 

Com pouca força ofensiva, o técnico Claudinei Oliveira tentou mudar a configuração da equipe com Jonathan e Bruno Silva nos lugares de Rômulo, com cãibras, e Vinícius Leite, respectivamente.

 

Na base do abafa o Leão tentou pressionar nos minutos finais e quase conseguiu o gol com Jonathan já aos 40 minutos. O atacante foi acionado livre, mas o goleiro do Bugre foi mais rápido e conseguiu fazer o corte.

 

Expulsões e gol nos acréscimos

 

Os corações avaianos saíram pela boca já nos acréscimos. O atacante Jô arriscou de fora da área e acabou acertando a trave.

 

Também nos acréscimos ainda houve tempo para duas expulsões. O zagueiro Wálber foi expulso por falta dura em Jonathan. Minutos depois, Edilson acabou sendo expulso por reclamação acintosa contra o árbitro.

 

Quando o empate já parecia encaminhado, o Leão puxou contra-ataque com Getúlio, ele acionou Jô, que deixou Jonathan na cara de Gabriel Mesquita para marcar o gol da vitória. É, torcedor, o Avaí “faz coisa”.

 

Próxima parada

 

Vivo na briga pelo acesso o Avaí visita o vice-líder América-MG na próxima sexta-feira (29) pela última rodada. O Leão precisa vencer, torcer para que o Juventude perca para o Guarani em Campinas (SP), e que o CSA não vença o Náutico.

 

FICHA TÉCNICA

Avaí 2×1 Guarani

 

Avaí: Glédson; Edilson, Alemão, Betão e João Lucas; Ralf (Iury), Pedro Castro, Renato (Jô), Vinícius Leite (Bruno Silva) e Rômulo (Jonathan); Getúlio. Técnico: Claudinei Oliveira

 

Guarani: Gabriel Mesquita; Pablo, Wálber, Didi e Eliel (Erick Daltro); Rickson, Marcelo (Romércio), Murilo Rangel e Renanzinho (Rafael Costa); Waguinho e Júnior Todinho (Cristovam). Técnico: Felipe Conceição

 

Gols: Alemão (AVA) aos 21’ do 1º tempo, Júnior Todinho (GUA) aos 7’ do 2º tempo e Jonathan (AVA) aos 52’ do 2º tempo

 

Cartões amarelos: Rômulo (AVA), Marcelo (GUA) e Eliel (GUA)

 

Cartões vermelhos: Edilson (AVA) e Wálber (GUA)

 

Arbitragem: Diego Pombo Lopez (BA), auxiliado por Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e José Carlos Oliveira dos Santos (BA)

 

Local: estádio da Ressacada, em Florianópolis

 

Data: 23/1/2021


POR: IAN SELL – ND+

Participe de um dos nossos grupos no WhatsApp e receba diariamente as principais notícias do Portal da Educadora. É só clicar aqui.

PUBLICIDADE
Anderle Telhas e Acessórios