23/10/2021 10h51

Com recorde de público, Avaí vence o Cruzeiro e sobe para 3º na Série B

Com mais de quatro mil presentes, este foi o recorde de público no estádio desde que foi liberado o retorno dos torcedores

PUBLICIDADE
Assistência Familiar Alto Vale
PUBLICIDADE
Delta Ativa

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

CLIQUE AQUI

 

Sob os olhares de mais de quatro mil torcedores, o Avaí venceu o Cruzeiro na noite desta sexta-feira (22) em partida válida pela 31ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Leão da Ilha assume a terceira posição da tabela e dá um passo importante rumo ao acesso.

 

A equipe correspondeu a grande festa da torcida, organizada na chegada da delegação ao estádio da Ressacada. O público, aliás, foi recorde: 4.151 torcedores presentes. O maior número desde o retorno do público aos estádios em Florianópolis.

 

O jogo

 

Para dizer que não “teve de tudo” no primeiro tempo, ficou faltando apenas o gol. Milagre do goleiro, bola tirada em cima da linha, cartões amarelos e duas substituições por lesão foram algumas das “atrações” do animado primeiro tempo da partida.

 

Apesar de ter mais a posse de bola, o Leão da Ilha teve dificuldades para encontrar espaços na fechada defesa mineira. A Raposa foi quem produziu as melhores chances.

 

Logo aos sete minutos, Bruno José recebeu pela ponta esquerda, cortou para o meio e acabou acertando o travessão de Glédson. No rebote, o goleiro avaiano foi obrigado a fazer mais uma defesa para afastar o perigo.

 

O Avaí respondeu aos 17, após boa troca de passes pelo lado direito de ataque, Edilson cruzou na cabeça de Jean Cléber que, completamente livre, acabou cabeceando muito mal.

 

Minutos depois, em lance inacreditável, a equipe visitante perdeu a melhor chance da partida. Thiago recebeu lançamento longo nas costas da zaga Azurra, finalizou duas vezes, para duas grandes defesas de Glédson, a bola ainda sobrou com o centroavante da Raposa, ele serviu Bruno José, que finalizou, porém, Alemão, em cima da linha, salvou o Avaí.

 

Avaí melhora no fim do 1º tempo

 

Após o susto, o Leão da Ilha conseguiu crescer na partida e teve suas duas principais chances do primeiro tempo. Aos 38 minutos, Copete recebeu de Edilson, driblou Rômulo e, de frente para o gol, chutou por cima.

 

Aos 45, em trama pelo lado esquerdo, Copete serviu Rômulo que, na entrada da área, finalizou para fora.

 

Segundo tempo

 

O início do segundo tempo foi bastante equilibrado, com muita disputa no setor de meio-campo e poucas finalizações.

 

Insatisfeito com o rendimento da equipe, Claudinei Oliveira fez uma substituição dupla logo aos 10 minutos. Saíram Rômulo e Jadson para as entradas de Getúlio e Vinícius Leite.

 

A substituição teve efeito quase imediato. Um minuto depois, em jogada combinada entre Copete e Vinícius Leite, o camisa 17 cruzou na cabeça do baixinho Lourenço, que testou firme sem chances para Fábio: 1 a 0 Avaí.

 

O camisa 97 quase voltou a marcar aos 23. Diego Renan cobrou lateral direto para a grande área e Lourenço subiu livre, obrigando Fábio a fazer boa defesa.

 

Após o gol, o Avaí recuou as linhas e passou a apostar em contra-ataques para tentar matar o jogo. O Cruzeiro, sem tanta organização, tentou criar oportunidades de gol a partir de cruzamentos para a área.

 

Nos acréscimos, Marcelo Moreno ainda teve grande chance para empatar, porém, Glédson, em novo milagre, salvou o Avaí.

 

Próximo confronto

 

O Avaí volta a campo na próxima sexta-feira (29), quando visita o Operário (PR). Já o Cruzeiro recebe o Remo um dia antes.

 

FICHA TÉCNICA:

Avaí 1×0 Cruzeiro – 31ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

 

Avaí: Glédson; Edilson (Iury), Alemão, Betão e Diego Renan; Bruno Silva (Marcos Serrato), Jean Cléber, Lourenço (Valdívia), Jadson (Vinícius Leite) e Copete; Rômulo (Getúlio). Técnico: Claudinei Oliveira

 

Cruzeiro: Fábio; Rômulo, Ramon, Eduardo Borck e Matheus Pereira; Lucas Ventura (Ariel Cabral), Flávio e Marco Antônio (Wellington Nem); Bruno José, Thiago (Marcelo Moreno) e Vitor Leque (Marcinho). Técnico: Maurício Copertino

 

Gol: Lourenço (AVA) aos 11′ do 2º tempo

Cartões amarelos: Betão (AVA); Lucas Ventura (CRU)

Local: estádio da Ressacada, em Florianópolis

Data e horário: 22/10/21, às 21h30

Público e renda: 4.151 torcedores para uma renda de R$ 105.850

Arbitragem: Flavio Rodrigues de Souza (SP) auxiliado por Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)

 

Por: Ian Sell / ND+
Foto: R. Pierre / AGIF
 
PUBLICIDADE
Anderle Telhas e Acessórios