Rui Car
25/08/2022 11h24

Criciúma vence o Nação, chega à final e carimba retorno à elite do Catarinense

Tigre venceu novamente o time joinvilense na noite desta quarta-feira (24) e garantiu retorno à Série A do futebol catarinense

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Celso da Luz / Criciúma EC

Foto: Celso da Luz / Criciúma EC

Delta Ativa

O Tigre voltou. A Série A do futebol catarinense terá o retorno do Criciúma em 2023. O time do Sul de Santa Catarina venceu o Nação novamente na noite desta quarta-feira (24) diante de um Heriberto Hülse com mais de 10 mil torcedores e carimbou a vaga na final da Série B e o retorno à elite do Campeonato Catarinense. O placar de 3 a 1 se soma a vitória por 2 a 1 no jogo de ida da semifinal e garante o Tigre na final desta Série B.

 

Com um Heriberto Hülse lotado e a torcida empurrando, o Tigre tinha a vantagem e poderia administrar o resultado, mas precisou buscar o placar porque quem balançou a rede já no começo do jogo foi o Nação, que entrou em campo atacando os donos da casa.

 

Em jogada na área, aos 4 minutos, o jogador do Nação dominava de costas para girar e finalizar, mas Zé Marcos deu um tapa na bola e o árbitro imediatamente apontou a marca do pênalti. Quase dois minutos depois, Matheus foi para a cobrança e bateu bem, no canto esquerdo de Gustavo para abrir o placar.

 

O Criciúma continuou trabalhando a bola e buscando os espaços entre as linhas de marcação do Nação, enquanto o time joinvilense tentava explorar o contra-ataque. Com posse de bola, o Tigre não demorou para empatar a partida em uma de suas forças: a bola aérea.

 

Em cobrança de falta aos 10 minutos, Serrato levantou na área, Igor subiu mais que todo mundo por trás da marcação e cabeceou firme para deixar tudo igual.

 

A virada veio no final da primeira etapa em mais uma bola aérea. Após bola levantada na área, Lohan cabeceou firme, Agenor defendeu, a bola ainda bateu na trave, mas sobrou na área. Bem colocado entre dois marcadores, Igor se antecipou e tocou para o fundo da rede.

 

Na segunda etapa, o Nação não tinha outra alternativa, a não ser buscar o resultado, mas o Tigre se fechava e congestionava o campo explorado pelo time joinvilense.

 

Em um erro grosseiro do setor defensivo do Nação, o Criciúma aproveitou e sacramentou a vitória, o acesso e a vaga na final. A zaga atravessou o passe no meio da área, Agenor furou e a bola sobrou para Felipe Mateus na esquerda, que só rolou para trás. A bola encontrou Lohan, que bateu firme para ampliar o placar e levantar a torcida carvoeira.

 

O Nação não se entregou e tentou buscar o resultado, mas o único time que conseguiu vencer o Criciúma nesta Série B não conseguiu repetir o feito e se despediu da competição a um passo da primeira divisão e da final.

 

Já o Criciúma recebeu todo o carinho e apoio da torcida durante toda a partida e, com o apito final, o Majestoso explodiu em comemoração ao retorno do Tigre à Série A.

 

O adversário na grande final será conhecido no sábado (26), quando Atlético Catarinense e Inter de Lages se enfrentam após empate na primeira semifinal.

 

Fonte: Drika Evarini / ND+
Anderle Telhas e Acessórios