Rui Car
11/06/2022 09h03

Criciúma vira contra a Chapecoense em jogaço e se aproxima do G-4 na Série B

Tigre saiu perdendo por dois gols de diferença na Arena Condá e foi buscar a virada no segundo tempo

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Celso da Luz / Criciúma EC

Foto: Celso da Luz / Criciúma EC

Delta Ativa

Em jogo com virada e cinco gols, o Criciúma venceu a Chapecoense por 3 a 2 na noite desta sexta-feira (10) na Arena Condá, em partida válida pela 12ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

 

Léo e Rayan (contra) abriram 2 a 0 para o Verdão, porém, o Tigre buscou a virada com gols de Claudinho, Vagner (contra) e Marquinhos Gabriel.

 

Com o resultado, o Criciúma chega aos 16 pontos e dorme na sexta posição da tabela. Já o Verdão estaciona nos 12 e pode terminar a rodada na zona de rebaixamento.

 

Ritmo alucinante no primeiro tempo

 

Se recentemente a Chapecoense chegou a passar um mês sem balançar as redes, a partida começou da forma que nem o torcedor mais otimista do Verdão poderia imaginar.

 

Logo aos sete minutos, Tiago Real cobrou falta na grande área, Marcelo Freitas desviou e Léo apareceu antes da zaga do Tigre para abrir o marcador.

 

E não deu nem tempo para o Criciúma “respirar”. Aos 14 minutos, Derek recebeu em profundidade pelo lado esquerdo, avançou, fez o cruzamento e o zagueiro Rayan acabou mandando contra o próprio patrimônio.

 

A vantagem de dois gols da equipe da casa, no entanto, durou pouco tempo. Aos 21′, Arilson tentou cruzar, a zaga rebate e Claudinho, de muito longe, acertou um chute de raríssima felicidade para diminuir para o Criciúma.

 

E se curiosamente os gols estavam saindo de sete em sete minutos. Rafael Bilu quase fez valer a regra aos 28. O camisa 7 do Tigre avançou pela intermediária, chutou forte e Vagner fez grande defesa para evitar o empate.

 

O Tigre seguiu pressionando e voltou a ameaçar aos 31′. Marcelo Hermes recebeu cruzamento da direita e bateu com perigo por cima da meta do Verdão.

 

Virada do Criciúma

 

A reação do Tigre não demorou a vir no segundo tempo. O empate, no entanto, veio em um lance bastante esquisito. Aos nove minutos, Marcelo Hermes recebeu belo lançamento de Rodrigo, avançou, cruzou, a bola desviou em Léo, bateu na cabeça de Vagner e entrou.

 

Seis minutos depois, aos trancos e barrancos, Marquinhos Gabriel contou com vacilo da zaga da Chape para virar a partida na Arena Condá.

 

Após a virada, o técnico Gilson Kleina tentou colocar o Verdão a frente para buscar o empate, porém, em vários momentos acabava vendo a equipe ceder contragolpes ao rival.

 

Opostos

 

O resultado dá ao Criciúma a primeira vitória fora de casa nesta Série B do Brasileirão. Já a Chapecoense segue devendo diante do torcedor. A equipe ainda não venceu jogando em casa na Segundona.

 

FICHA TÉCNICA:

Chapecoense 2×3 Criciúma – 12ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

 

CHAPECOENSE: Vagner; Pablo (Ryan), Léo, Victor Ramos e Kevin; Marcelo Freitas (Lima), Betinho (Matheus Bianqui) e Tiago Real; Derek (Maranhão), Perotti e Chrystian (Rodriguinho). Técnico: Gilson Kleina

 

CRICIÚMA: Gustavo; Claudinho (Cristovam), Rodrigo, Rayan e Marcelo Hermes; Léo Costa, Rômulo (Marcos Serrato) e Arilson; Rafael Bilu (Hygor), Caio Dantas (Thiago Alagoano) e Marquinhos Gabriel (Renan Bressan). Técnico: Cláudio Tencati

 

Gols: Léo (CHA) aos 7 minutos do 1º tempo, Rayan (contra) ao 14 minutos do 1º tempo, Claudinho (CRI) aos 21 minutos do 1º tempo, Vagner (contra) aos 9 minutos do 2º tempo e Marquinhos Gabriel (CRI) aos 15 minutos do 2º tempo

 

Cartões amarelos: Tiago Real (CHA), Kevin (CHA); Rodrigo (CRI)

 

Local: Arena Condá, em Chapecó

 
Fonte: ND+
Anderle Telhas e Acessórios