Rui Car
17/08/2022 11h12

FIFA oficializa decisão sobre clássico entre Brasil e Argentina, pelas Eliminatórias; veja

Decisão foi oficializada nesta terça-feira, quase um ano depois da data em que o jogo foi suspenso em cena bizarra

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Reprodução / TV

Foto: Reprodução / TV

Delta Ativa

O clássico entre Brasil e Argentina foi oficialmente cancelado. Previsto para setembro, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, a partida tinha previsão de ser realizada em setembro de 2021, mas funcionários da Anvisa entraram no gramado da Neo Química Arena e não deixaram o jogo ter prosseguimento.

 

Além do cancelamento, CBF e AFA terão que pagar uma multa. No caso do Brasil, a multa é de 300 mil francos suíços (R$ 1,624 milhão). Os argentinos pagarão R$ 812 mil.

 

A seleção de Tite ganha a possibilidade de fazer mais um amistoso em setembro, como preparação para Copa do Mundo. Até o momento, o Brasil tem confrontos marcados: contra Argélia e Tunísia.

 

Segundo a CBF, “metade da multa pagável (25% da multa total) deverá ser doada diretamente pela CBF à Organização Mundial da Saúde (OMS), em apoio aos seus esforços contínuos no combate à Covid-19.”

 

Relembre o caso:

 

Com apenas cinco minutos de bola rolando na Neo Química Arena, a partida entre Brasil e Argentina disputada em setembro de 2021 foi paralisada por agentes da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Os profissionais entraram em campo para impedir que jogadores argentinos que descumpriram o protocolo de quarentena antes de entrarem no país atuassem.

 

Cristian Romero e Lo Celso, do Tottenham, e Emiliano Martínez e Buendía, do Aston Villa, não realizaram a quarentena obrigatória de 14 dias antes de desembarcarem no país. Os três primeiros, inclusive, foram escalados como titulares para a partida deste domingo.

 

Quando os agentes da Anvisa surgiram no campo e paralisaram a partida, os jogadores da seleção argentina deixaram o gramado do estádio do Corinthians. Enquanto os fiscais da agência de vigilância conversavam com membros da delegação brasileira, parte dos convidados presentes na Arena gritaram “vergonha” na arquibancada.

 
Fonte: ND+
Anderle Telhas e Acessórios