Rui Car
19/01/2023 11h13

JEC e Marcílio Dias só empatam e Tricolor continua sem marcar gols no Estadual

Com bom público na Arena Joinville, JEC não consegue vencer diante da torcida

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Gustavo Mejía / JEC

Foto: Gustavo Mejía / JEC

Delta Ativa

Dois jogos e nada de rede balançando para o JECRecebendo o Marcílio Dias na Arena Joinville na noite desta quarta-feira (18), o Tricolor novamente ficou no 0 a 0, empata mais uma e não sabe o que é marcar gols no Estadual.

 

O JEC manteve a mesma postura do primeiro jogo, com uma marcação forte, limitando os espaços do adversário e mantendo uma posse de bola ofensiva, empurrando o Marcílio Dias e obrigando o time de Itajaí a baixar suas linhas de marcação.

 

Com posse de bola, o Tricolor trabalhava bem a troca de passes explorando os espaços deixados pelo Marinheiro. Aos 14 minutos, o JEC teve boa chance de abrir o placar em velo chute de Kaio Wilker de fora da área, a bola ficou viva após defesa de Rafael Pin, mas a zaga cortou para a linha de fundo.

 

Depois de conseguir se organizar em campo, o Marinheiro equilibrou a partida pressionando a posse de bola tricolor e desorganizando o sistema defensivo joinvilense. Pressionando a zaga tricolor, o Marcílio Dias emendou três boas oportunidades de balançar a rede, mas Éwerton Páscoa, seguro, evitou o gol e reorganizou a defesa.

 

Nos minutos finais, o JEC voltou a assustar o time visitante. Aos 41 minutos, Alessandro Vinicius recebeu belo lançamento na esquerda, limpou, mas foi travado na hora do chute. Na cobrança de escanteio, Henan cabeceou firme e a bola explodiu na trave. Três minutos depois, foi a vez de João Victor arriscar de fora da área, mas o goleiro tirou para escanteio a pancada do lateral joinvilense.

 

No segundo tempo, o Marcílio Dias voltou mais organizado, sem permitir a pressão tricolor e, ao contrário, subindo as linhas de marcação para limitar os espaços e provocar o erro do JEC. Já no setor ofensivo, o Tricolor tentava acelerar pela esquerda com Alessandro Vinícius, mas parava na marcação marcilista.

 

Sem conseguir manter a posse de bola no campo de ataque, o técnico Júlio César Nunes mudou o time, tirando Kaio Wilker e Henan para as entradas de Nelsinho e Roberson. O atacante, que não esteve à disposição na primeira rodada, fez sua estreia com a camisa tricolor.

 

Após erro na saída do JEC pela direita, o Marcílio Dias também carimbou a trave tricolor. Aos 25 minutos, Daniel Dias, que havia acabado de entrar, recebeu na área, desviou, mas a bola parou na trave.

 

Com muitos erros de passe, o Tricolor não conseguia dar continuidade nas jogadas ofensivas. Em contrapartida, o Marinheiro aproveitava os erros para pressionar, recuperar a bola e acelerar o contra-ataque.

 

Sem conseguir ter efetividade e com muita dificuldade no segundo tempo, o JEC ficou mais uma vez no 0 a 0 e, agora, tem dois pontos no Catarinense. O Tricolor volta a campo no sábado (21), quando enfrenta o Figueirense, às 16h30, no Orlando Scarpelli.

 

Ficha técnica

 

JEC

 

Glauco, André Mascena (Vitinho), Éwerton Páscoa, André Baumer e João Victor; Gilberto Jr. (Bruno Leite), Gledson e Kaio Wilker (Nelsinho); Alessandro Vinícius, Lucas Douglas (Willian Mococa) e Henan (Roberson). Técnico: Júlio César Nunes

 

Marcílio Dias

 

Rafael Pin, Victor Guilherme, Vitão, Leo Rigo e Mateus Muller; Alison, Cristian (Elias) e Julinho; Pimpão (Gabriel Patrick), Juninho (Cesinha) e Peu (Daniel Dias). Técnico: Rogério Corrêa

 

Cartões amarelos: Gilberto Jr. (JEC)

 

JEC x Marcílio Dias

Local: Arena Joinville

Quarta-feira (18), às 21h

Árbitro: Heber Roberto Lopes

Assistentes: Bruno Muller e Alexandre Palamar

 

Fonte: Drika Evarini / ND+
Anuncie Aqui