Rui Car
26/09/2022 14h51

Joinville vence o Carlos Renaux e reassume a liderança da Copa Santa Catarina

Com dois gols no primeiro tempo, Tricolor manteve invencibilidade na Arena Joinville

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Vitor Mira / JEC

Foto: Vitor Mira / JEC

Delta Ativa

O sábado (24) foi de muita comemoração para a torcida tricolor. Depois de ver o JEC Futsal vencer com uma boa pitada de emoção e garantir a classificação na Liga Nacional, o torcedor viu o JEC vencer o Carlos Renaux por 2 a 0 na Arena Joinville, manter a invencibilidade em casa e reassumir a liderança da Copa Santa Catarina. Em noite de boa apresentação defensiva e ofensiva, o JEC contou com um gol contra de Uelber, ex-atacante tricolor, e de Jerffeson Recife para garantir a vitória.

 

Com desfalques e sem o técnico Jerson Testoni à beira do gramado, o JEC não abdicou da identidade que vem construindo na competição e pressionava a marcação, recuperando bolas principalmente no meio. Do outro lado, o Carlos Renaux também marcava a saída de bola do Tricolor, dificultando a saída e obrigando o JEC a apostar em ligações diretas.

 

A volta de Genilson e a boa química com Pedoca, fazia o lado direito do campo ser uma boa arma para as chegadas da equipe, que explorava bem as laterais. No meio, Lorran na marcação e recuperação, e Ronan e Mauri conseguiam dar fluidez e qualidade. Além disso, com boa visão de jogo, os passes encontrados davam boas chances ao setor ofensivo.

 

No time visitante, a primeira alteração veio já no primeiro tempo. Após sentir, Alex Bruno deu lugar a Uelber e a lei do ex até apareceu, mas de uma maneira diferente. Aos 36 minutos, Pedoca arrumou a bola na marca de escanteio pela direita, cruzou na área, Uelber desviou e a bola morreu no fundo da rede. O gol contra abriu o placar na Arena Joinville.

 

O JEC continuou pressionando e apesar do bom posicionamento do adversário, conseguia criar boas chances e o segundo veio ainda no primeiro tempo. Aos 42, Jerffeson Recife deixou o seu, após boa jogada que começou com Genilson.

 

Voltando de lesão, o lateral tocou em Rodriguinho que, no meio e bem marcado, não teve espaço para finalizar, mas teve visão de jogo para enxergar Jerffeson entrando pela esquerda. Com passe açucarado, o atacante colocou o lateral em ótima posição para finalizar. O camisa 6 ainda limpou e bateu forte, rasteiro, no canto esquerdo do goleiro Danilo, ampliando a vantagem tricolor para o intervalo.

 

Domínio tricolor

 

Na volta para o segundo tempo, o JEC trocou seus volantes, saindo Nelsinho para a entrada de Elionay. O início de jogo é de posse de bola para o Tricolor no campo de ataque.

 

Mantendo a boa marcação, o Tricolor não deixa o Carlos Renaux jogar e, no ataque, consegue movimentar bem a bola entre os meias e os atacantes, criando ótimas chances de gol, principalmente com Pedoca e Rodriguinho. Em boa jogada e finalização de Mauri, Rodriguinho é atingido na área em um pé alto, saiu sangrando de campo para estancar, mas o árbitro mandou seguir o jogo.

 

Organizado em campo, o JEC não corria riscos e, com muita qualidade na marcação, mantinha o domínio da posse de bola sem abdicar do campo ofensivo. Em grande noite do seu setor criativo, o Tricolor empilhava boas jogadas próximo ao gol do goleiro Douglas.

 

Dominando completamente o segundo tempo, mesmo sem balançar a rede, o JEC garantiu a vitória e volta a campo no sábado (1º), às 15h, quando enfrenta o Hercílio Luz, em Tubarão.

 

Ficha técnica

 

JEC

André Luiz, Genilson, André Baumer, Gabriel Carioca e Jerffeson Recife; Nelsinho (Elionay), Lorran (Rulian), Ronan e Mauri (Lailson); Pedoca (Mirandinha) e Rodriguinho (Bruno Rocha)

Técnico: Jeferson Cirilo

 

Carlos Renaux

Douglas, Danilo (Juan Palacios), Cleyton, Italo e Reinaldo (Morassi); Luan Carlos, Diogo (Arouca), Luciano Italo e Fio (Adiel); Jeremias e Alex Bruno (Uelber)

Técnico: Paulo Massaro

 

Gols: Uelber (contra), Jerffeson Recife (JEC)

Cartões amarelos: Uelber (CAR), Ítalo (CAR), Reinaldo (CAR)

 
Fonte: Drika Evarini / ND+
Anderle Telhas e Acessórios