26/01/2021 10h22

Secador azurra: veja o que o Avaí precisa para jogar a Série A

Ainda que com seus problemas e impasses, o Avaí chega na última rodada da Série B mais vivo do que nunca; Leão precisa fazer sua parte e "secar" dois resultados paralelos

PUBLICIDADE
Assistência Familiar Alto Vale
Jogadores comemoram o gol de Jonathan; Avaí, aos trancos e barrancos, chegou vivíssimo na última rodada (Foto: Frederico Tadeu/Avaí FC)

Jogadores comemoram o gol de Jonathan; Avaí, aos trancos e barrancos, chegou vivíssimo na última rodada (Foto: Frederico Tadeu/Avaí FC)

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Avaí só entra em campo na sexta-feira (29), a partir das 21h30, em duelo contra o América-MG, em Belo Horizonte, na última rodada da Série B. Quis o destino, os adversários e sua própria campanha, que o Leão da Ilha chegasse à última rodada com chance de acesso.

 

É o momento de expectativa e decisão. Nada do que foi feito até aqui importa. Se foi feio, bonito ou inglório. Nada disso pesa para a próxima sexta, quando se encerra a edição 2020 da Série B.

 

Quis a tabela de classificação e até a campanha do Avaí nessa Segundona que, o Leão da Ilha, chegasse com chance de acesso nesta que é a derradeira jornada da competição.

 

A chance existe, é verdade. Mas o secador e torcida contrária terão que estar em dia e em mãos de todo o torcedor azurra que se preze. Além de impreterivelmente vencer seu jogo, o Avaí precisa que Juventude e CSA, respectivamente, não triunfem em seus compromissos.

 

O time gaúcho, que há uma semana foi amassado pelo Avaí em Florianópolis, chega na última rodada com a vantagem de um empate para ficar com a 4ª posição, local que ocupa nesse momento. O Juventude soma 58 pontos e joga contra o Guarani, em Campinas (SP).

 

O CSA, logo abaixo, soma 57 pontos e encara o Náutico no último jogo da rodada, em Pernambuco.

 

Para ficar com a última vaga à primeira divisão o Avaí precisa torcer contra os dois adversários, além é claro, de fazer sua parte.

 

2014 na memória

 

Tão logo se desenhou esse cenário na última rodada da competição os torcedores do Avaí, imediatamente, recordaram 2014. Na ocasião o Leão da Ilha, mais uma vez, chegou com uma ínfima possibilidade de acesso e, com “ajuda” dos resultados paralelos abocanhou a 4ª vaga, junto com Vasco da Gama, Ponte Preta e JEC.

 

Jogando em casa o Avaí recebeu o Vasco, em Florianópolis. Além da necessidade da vitória – que veio, 1 a 0 sobre o cruzmaltino – o Leão precisou da derrota do Boa Esporte-MG, que veio, bem como o revés do Atlético-GO que, por óbvio, também veio.

 

Os mineiros perderam para o então rebaixado Icasa, no Ceará, pelo placar de 3 a 2. Já os goianos, com o Serra Dourada lotado, foram surpreendidos pelo Santa Cruz pelo placar também de 3 a 2.

 

Foi apenas um dos inúmeros casos onde o Leão da Ilha corroborou seu mantra de que o Avaí “faz côza”.

 

O que o Avaí precisa

 

América-MG x Avaí – 21h30: por óbvio, vencer seu jogo diante do Coelho.

 

Guarani x Juventude – 21h30: precisa que o time gaúcho não pontue diante do Bugre, em Campinas (SP).

 

Náutico x CSA – 21h30: precisa, ainda, que o time de Alagoas, no máximo, empate com o Timbu, no Recife (PE).


POR: DIOGO DE SOUZA – ND+

Participe de um dos nossos grupos no WhatsApp e receba diariamente as principais notícias do Portal da Educadora. É só clicar aqui.

 

PUBLICIDADE
Anderle Telhas e Acessórios