Rui Car
11/01/2023 11h33

Brasil exporta 1 kg de carne por habitante do planeta

O país faz envios das proteínas bovinas, suínas e de frangos

Assistência Familiar Alto Vale
O carro-chefe é o setor de carne bovina (Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil)

O carro-chefe é o setor de carne bovina (Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil)

Delta Ativa

Grande fornecedor global de alimentos, o Brasil exportou o equivalente a quase 1 quilograma de carne processada por habitante do planeta em 2022. O número aparece em um levantamento realizado pela Revista Oeste nesta terça-feira (10), com dados do Governo Federal.

 

Somando as proteínas de origem bovina, suína e de aves, o Brasil exportou 7,5 milhões de toneladas de carne em 2022. Considerando a população mundial estimada pela Organização das Nações Unidas (cerca de 8 bilhões de pessoas), a quantia corresponde a cerca de 950 gramas por habitante, ou seja, quase 1 quilo para cada morador do planeta.

 

Em quantidade, as aves figuraram como carro-chefe, com pouco mais de 4 milhões de toneladas. Ao todo, os embarques desse setor renderam quase US$ 8 bilhões ao país e garantiram a segunda posição em faturamento para as exportações de carne processada.

 

A primeira colocação em receita ficou com a carne bovina. A arrecadação com esse item ficou próxima de US$ 12 bilhões. O volume embarcado ficou próximo de 2 milhões de toneladas. Assim, o preço por tonelada se aproximou de US$ 6 mil — o maior valor unitário entre os três tipos de proteína.

 

No mix, apenas o produto de porco não superou os resultados do ano anterior, ficando praticamente estável quanto à quantidade embarcada e registrando queda de quase 3% na receita. Contudo, considerando a média formada pelos três tipos de proteínas, o setor cresceu.

 

Somando frangos, bovinos e suínos, o incremento chegou a 33% sobre a quantidade embarcada e se aproximou de 10% para o faturamento. Desse modo, os dados do governo mostram que o mercado para as exportações de carne do Brasil cresceu ao longo do ano passado.

 

Fonte: Artur Piva / Revista Oeste
Anuncie Aqui