Rui Car
10/09/2022 10h31

Charles III é proclamado oficialmente o novo rei do Reino Unido

Cerimônia do Conselho de Ascensão aconteceu na manhã deste sábado (10)

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Jonathan Brady / POOL / AFP

Foto: Jonathan Brady / POOL / AFP

Delta Ativa

Neste sábado (10), Charles III foi oficialmente proclamado como o novo rei do Reino Unido e de 14 países da Commonwealth, dando sequência ao reinado de sua mãe, Elisabeth II, que faleceu esta semana.

 

A cerimônia do Conselho de Ascensão ocorreu no Palácio de Saint-James, em Londres.

 

Durante a primeira parte da cerimônia, a presidente do Conselho de Ascensão, Penny Mordaunt, anunciou a morte da rainha e proclamou seu sucessor, o até então príncipe Charles Philip Arthur George, de 73 anos.

 

Na sequência, ela e os membros do Conselho Privado, formado por autoridades políticas e sociais que aconselham o monarca, se reuniram com o novo rei em uma sala privada.

 

Entre as autoridades, estavam a primeira-ministra, Liz Truss, e o príncipe de Gales, William, além de Camilla, a rainha consorte, e o arcebispo de Cantuária, Justin Welby, primaz da Igreja Anglicana.

 

Após a reunião, Charles III fez um discurso, e leu e assinou um juramento. “O reinado da minha mãe foi inigualável pela sua duração, dedicação e devoção (…) Estou profundamente consciente desta grande herança e dos deveres e pesadas responsabilidades da soberania, que agora me são transmitidos”, afirmou o novo rei.

 

Após a morte da rainha Elizabeth II na última quinta-feira (08), aos 96 anos, no castelo escocês de Balmoral, Charles III sucedeu automaticamente o reinado de sua mãe. Contudo, o evento realizado neste sábado é quando, tradicionalmente, o monarca é reconhecido como soberano.

 

A proclamação de Charles III como rei foi lida ao público de uma varanda do palácio Saint-James e em outros pontos de Londres. Na tarde deste sábado, o monarca voltará a se reunir com os principais membros do executivo.

 

Este, que foi o primeiro ato de Charles III como chefe de Estado, difere da cerimônia de coroação, que ainda não tem data para ocorrer.

 

O caixão da rainha Elisabeth II se encontra no Castelo de Balmoral, de onde deve ser transferido no domingo para o Palácio de Holyroodhouse em Edimburgo, e no dia seguinte para a Catedral de St. Giles.

 

Uma homenagem pública e um funeral de Estado irão ocorrer em data a definir na Abadia de Westminster, em Londres, com a presença de autoridades de todo o mundo.

 
 
Fonte: Agence France Press / Via: ND+
Anderle Telhas e Acessórios