Rui Car
11/11/2022 11h30 - Atualizado em 12/11/2022 08h25

Cidasc emite Nota de Alerta para Influenza Aviária de alta patogenicidade vinda da Colômbia

Companhia faz o constante monitoramento da situação sanitária da avicultura catarinense

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Jamil Correa Junior / Cidasc

Foto: Jamil Correa Junior / Cidasc

Delta Ativa

O Departamento de Saúde Animal está acompanhando de forma atenta e permanente a situação da Influenza aviária de alta patogenicidade (IAAP) no mundo e reforçando as medidas de prevenção do ingresso da doença no país, de detecção precoce de casos suspeitos em aves domésticas e silvestres e de preparação para resposta a eventuais ocorrências no país, em interação com os órgãos estaduais de sanidade agropecuária e setores privados da avicultura.

 

Nos meses de outubro e novembro do ano corrente, a Colômbia detectou influenza aviária de alta patogenicidade (IAAP) em propriedades de aves de subsistência, tendo como fonte de infecção aves silvestres migratórias. Foram afetadas propriedades em Acandí, Chocó, e na zona rural do município de Cartagena, Bolívar, localidades distantes da fronteira com o Brasil.

 

Isso posto, considerando a recente e primeira notificação de IAAP em um país da América do Sul, o grande número de ocorrências de IAAP reportadas em diversos países e o início do período de maior migração de aves silvestres para o Brasil, o DSA solicita ao Serviço Veterinário Oficial (SVO) de todas as unidades federativas especial atenção em relação aos procedimentos de vigilância, prevenção e preparação para resposta a eventuais ocorrências de influenza aviária, tais como:

 

 – Mortalidade alta e acima do normal em aves silvestres e aquáticas, principalmente em sítios de aves aquáticas migratórias.
 – Aves de maior interesse: anseriformes (patos, gansos, marrecos) e charadriiformes (gaivotas, jaçanãs, maçaricos, trinta-réis e outros)

 

À notificação, o produtor rural ou qual quer pessoa que tenha conhecimento sobre mortalidade alta e acima do normal em aves domésticas, silvestres e aquáticas, poderá entrar em contato com o escritório local da Cidasc de seu município ou pelo telefone 0800 644 8500.

 

 

Fonte: Cidasc
Anderle Telhas e Acessórios