Rui Car
05/08/2022 10h44

Começam as obras de nova ponte entre o Budag e o Canoas em Rio do Sul

Investimento na construção de 125 metros e obras no entorno deve chegar a R$ 26,8 milhões

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Divulgação / Prefeitura de Rio do Sul

Foto: Divulgação / Prefeitura de Rio do Sul

Delta Ativa

Começou nesta semana em Rio do Sul, a construção da nova ponte de concreto que vai ligar os bairros Budag e Canoas, atravessando o rio Itajaí do Oeste. Com esta melhoria, deve ser criado o novo Acesso Oeste da cidade, com a nova ponte, ajustes em ruas já existentes e obras complementares que visam melhorar o sistema de fluxo de trânsito de entrada e saída da cidade.

 

A empreiteira responsável pelo serviço de construção da ponte e acessos é o Grupo Salver e, diferente da ponte de acesso Leste, entre o bairro Navegantes e Bremer, esta nova estrutura não terá pilares no rio.

 

A estrutura terá 125 metros de extensão, sendo 65 metros de vão para travessia do rio. A largura da ponte é prevista em 13,5 metros, com espaço para pedestres e ciclistas nas laterais. A ponte ligará a avenida Governador Jorge Lacerda, no Budag, próximo a empresa Pindonako, até a rua Dom Pedro II, no Canoas, perto do trevo de acesso a BR-470.

 

O investimento na ponte e acessos será de quase R$ 20,1 milhões. As obras complementares do acesso Oeste, com melhorias na drenagem de, pelo menos, nove ruas e repavimentações, tem previsão de mais R$ 6,7 milhões em convênio da prefeitura com o governo do Estado.

 

Segundo o prefeito José Thomé, há décadas fala-se em Rio do Sul sobre uma nova ponte entre os bairros Budag e Canoas, oferecendo uma nova forma de acesso ao município. Após estudos de mobilidade, chegou-se a um projeto ideal e todos os pontos burocráticos foram vencidos.

 

Temos pela frente uma grande obra a ser realizada e que deve mudar a cidade. Nossa meta é criar mais uma rota de entrada e saída da cidade, facilitando quem precisa se deslocar entre a BR-470 em direção à Ituporanga, reduzindo o tráfego de veículos pesados pelo centro. Mas não apenas para este trajeto, mas sim criando uma facilidade para todo o trânsito, expandindo a cidade de maneira bastante planejada”, comenta.

 

Fonte: Clóvis Eduardo Cuco / Prefeitura de Rio do Sul
Anderle Telhas e Acessórios