Rui Car
15/11/2022 16h33

Covid-19: Ministério da Saúde recomenda retomar uso de máscaras

Média móvel de casos cresceu 120% em apenas uma semana

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Ricardo Wolffenbuttel / Governo de SC

Foto: Ricardo Wolffenbuttel / Governo de SC

Delta Ativa

A Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde voltou a recomendar a utilização de máscaras devido a alta de casos da Covid-19 no país. De acordo com a pasta, a média móvel aumentou 120% entre 6 a 11 de novembro. Ao todo, foram confirmados 8.448 casos positivos por dia. Já na semana anterior foram computados 3.834. Em relação ao total de casos diagnosticados nos últimos sete dias, foram 57.825, além de 314 mortes.

 

A média móvel de óbito cresceu 28%. De 36 registrados há duas semanas, saltou para 46 nesta semana. Conforme publicado pelo portal da Jovem Pan, os casos positivos da Covid-19 aumentaram 465% nas farmácias do Brasil em um mês. De acordo com a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), foram registrados 858 testes positivos na primeira semana de outubro. Por outro lado, na primeira semana de novembro, foram confirmados 4.850 casos positivos da doença.

 

O CEO da Abrafarma, Sergio Mena Barreto, alertou para o crescimento dos índices. “O contingente de positivados aumentou 5,6 vezes em relação ao início do mês passado, o que exige do setor uma imediata revisão dos estoques para atender à demanda”, advertiu.

 

Para a Abrafarma, dez Estados foram responsáveis por puxar os casos na primeira semana de novembro, com avanço acima da média nacional. São eles: Amazonas (40% em relação aos sete dias anteriores), Rio Grande do Norte (34%), Paraíba (31%), Pernambuco (31%), Santa Catarina (30%), Pará (28%), Rio de Janeiro (28%), São Paulo (28%), Amazonas (26%) e Espírito Santo (25%). Já em uma semana o número de testes positivos no varejo farmacêutico subiu 38% – com os 4.850 diagnósticos no período de 31 de outubro a 6 de novembro.

 

A abrafarma ainda informou que desde a implementação desse serviço as farmácias brasileiras promoveram 19.553.112 testes rápidos. Os resultados positivos somaram 4.553.330, ou seja, 23,29%, contra 14.999.782 negativos (76,71%).

 

Além disso, na Grande São Paulo, por exemplo, o número de pacientes internados com Covid-19 nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) cresceu 65,1% em duas semanas. Em 25 de outubro, foram registrados 215 pacientes nessa condição. Já na última terça-feira (08), o número saltou para 335. Os dados são da Secretaria Estadual da Saúde.

 

Em relação ao pacientes internados em leitos de enfermaria, foram registrados 81,3% de aumento durante o mesmo período, sendo que de 364 hospitalizados subiu para 660. Em todo o Estado também houve crescimento significativo de internados com coronavírus em UTIs. De 288 saltou para 448, ou seja, aumento de 55,5%.

 

Por outro lado, os pacientes internados em leitos de enfermaria foi de 555 para 832, alta de 49,9%. Inclusive, no mesmo dia, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) alertou para o aumento de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) provocados por Covid-19 tanto em São Paulo quanto em outros três Estados brasileiros: Amazonas, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul .

 

De acordo com o relatório, nas últimas quatro semanas, o número de infectados pela doença subiu 36,9%.

 

Fonte: Jovem Pan
Anderle Telhas e Acessórios