Rui Car
05/01/2023 16h19

Deputada catarinense manifesta preocupação com uso da linguagem neutra em eventos do Governo Federal

Geovânia de Sá disse que vai trabalhar para aprovar projeto que proíbe a utilização em escolas públicas e privadas

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Alexssandro Loyola / Câmara dos Deputados

Foto: Alexssandro Loyola / Câmara dos Deputados

Delta Ativa

A deputada federal Geovânia de Sá (PSDB) manifestou em suas redes sociais a preocupação com a utilização da linguagem neutra em eventos oficiais do atual Governo Federal e comunicou que pretende trabalhar para aprovar um projeto que veda a utilização da linguagem neutra em escolas públicas e particulares, apresentado por ela em 2021.

 

Sou contra a linguagem neutra e observo com preocupação o uso em eventos oficiais do atual governo federal. Agora mais do que nunca vou trabalhar pela aprovação do PL 2560/2021, de minha autoria, que veda a utilização de linguagem neutra nas escolas públicas e privadas”, escreveu.

 

A proposta da deputada adiciona à Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional o trecho: “Fica vedada às escolas públicas e privadas a utilização de linguagem neutra em todos os seus materiais didáticos e documentos oficiais”.

 

Desde a apresentação, em agosto de 2012, a proposta sequer passou por Comissão na Casa. “É um projeto de difícil tramitação por ser polêmico mas nós vamos trabalhar muito em 2023 para que ele possa ser votado”, enfatiza a deputada que considera a linguagem neutra uma “deturpação da língua portuguesa”.

 

Fonte: Karina Manarin / ND+
Anuncie Aqui