21/06/2022 13h51 - Atualizado em 21/06/2022 14h02

FOTOS: Excursão que explora os caminhos de Fritz Müller visitou Taió

Além de Taió, percurso inclui passagens pelos municípios de Indaial, Ascurra, Apiúna, Lontras, Rio do Sul, Laurentino e Rio do Oeste

Assistência Familiar Alto Vale
Fotos: Divulgação / Prefeitura de Taió

Fotos: Divulgação / Prefeitura de Taió

Delta Ativa

“Conhecendo os caminhos de Fritz Müller” é o nome da excursão organizada pela Associação Catarinense de Preservação da Natureza (Acaprena) em homenagem ao botânico e naturalista pioneiro no apoio à teoria da evolução das espécies.

 

O objetivo da iniciativa é percorrer de ônibus o trajeto feito por Fritz Müller duas vezes, em 1876 e 1877, a pé e descalço, de Blumenau até o Planalto de Curitibanos, além de outros percursos menores. Além de promover a possibilidade de apreciação da paisagem, e seus aspectos geográficos, culturais e socioambientais, a excursão pretender aferir escritos deixados por Fritz Müller sobre o trajeto e exercitar a imaginação sobre como seria a atual paisagem nos tempos dos colonizadores testemunhados pelo cientista.

 

A excursão aconteceu nos dias 16 e 17 de junho, com saída de Blumenau, exatamente do Museu Fritz Müller, na Rua Itajaí, Bairro Vorstadt. O local foi estrategicamente escolhido para a saída por ter servido como casa de Fritz Müller, local onde ele morava e de onde partiu para a maior parte de suas viagens a pé, como naturalista viajante do Museu Nacional.

 

O percurso incluiu passagem por diferentes municípios, de Indaial, Ascurra, Apiúna, Lontras, Rio do Sul, Laurentino, Rio do Oeste e Taió, onde houve uma visita ao Museu Paleontológico, Arqueológico e Histórico Prefeito Bertoldo Jacobsen (Mupah). A subida, pelo Rio Taió, contemplou a ida até Mirim Doce, Serra Velha e campos de Curitibanos.

 

 

Visita à Taió

 

A diretora de Turismo, Marina do Nascimento, esteve com o grupo na noite de quinta-feira (16), quando ao saborear uma deliciosa pizza em restaurante da cidade, pôde conhecer parte dos integrantes da comitiva e orientá-los quanto à passeios, atrativos e parte da história do município, além de projetar outras ideias e oportunidades relacionadas às expedições dos Caminhos de Fritz Müller.    

 

Já na manhã de sexta-feira (17), o grupo realizou visita no Sítio Vizentainer – das conchas Heteropecten catharinae, recepcionados pela família dona do local, incluindo a professora de História aposentada, graduada em Gestão de Turismo e vice presidenta do Comtur, Maria Aparecida Vizentainer, que explanou sobre os fósseis e também artefatos indígenas que foram encontrados no local.

 

Após a visita ao sítio, o diretor municipal da Defesa Civil, Jonata Petrowski Retke, acompanhou o grupo para uma visita à Barragem Oeste. Posteriormente seguiram viagem para às cidades de Mirim Doce e Curitibanos finalizando a expedição nesta última, para então retornar à Blumenau cidade de partida da caravana no dia anterior.

 

A diretora Marina salienta que o grupo vinha de diversas locais, de Santa Catarina do Médio Vale e Litoral, também do estado do Paraná, de São Paulo e outros, um grupo bastante heterogêneo, das mais diversas profissões como biólogo, geógrafo, geólogo, vários empresários, professores, advogado, engenheiro, médico entre outras profissões, todos voltados para a questão do turismo sustentável e resgate histórico, o que vem a enriquecer a troca de experiência tanto para quem visita quanto para quem é visitado.

 

Sobre Fritz Müller

 

Johann Friedrich Theodor Müller nasceu na Alemanha em 31 de março, numa pequena aldeia (Windischholzhausen) da Turíngia, próximo à cidade de Erfurt. Filho mais velho de um pastor evangélico, desde cedo revelou interesse pela natureza. Imigrou em 1852 para o Brasil e residiu em Blumenau e Florianópolis. Foi o maior cientista brasileiro do século XIX e um dos mais importantes colaboradores de Charles Darwin.

 

O biólogo, médico e naturalista deixou uma imensa contribuição para a ciência, sendo mencionado 39 vezes no livro A Origem das Espécies de Darwin. Além das importantes pesquisas nas áreas da Biologia, Botânica e Zoologia, elaborou lindos poemas para a alfabetização das filhas.

 

Por: Marina do Nascimento / Prefeitura de Taió / O Blumenauense


 

Anderle Telhas e Acessórios