Rui Car
10/01/2023 10h13

Hemosc tem crescimento de 3,4% no volume de doações de sangue em 2022

Confira os critérios básicos de doação

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: James Tavares / Arquivo / Secom

Foto: James Tavares / Arquivo / Secom

Delta Ativa

O Centro de Hemoterapia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc) encerrou 2022 com um crescimento de 3,4% no total de doações de bolsas de sangue e plaquetas por aférese. Em todo o estado, foram coletadas 127.204 bolsas de sangue total e 4.794 plaquetas por aférese, totalizando 131.998 doações no ano passado.

 

De acordo com a diretora-geral do Hemosc, Patrícia Carsten, o resultado reflete a retomada das rotinas com redução do número de casos da Covid-19. Além disso, a rede de captação trabalha de maneira permanente para ampliar o número de doadores. “O catarinense é um povo muito solidário e, sempre que chamado, contribui com a doação de sangue. Santa Catarina está entre as mais altas taxas do país de percentual de doadores pelo total da população e trabalhamos para manter essa marca”, afirma a diretora.

 

O estado tem uma taxa de 9,56 doadores a cada 1 mil habitantes, conforme dados do Ministério da Saúde de 2022, um percentual acima da média do Brasil, de 9,4. Com a Fahece, organização social que faz a gestão junto à Secretaria de Estado da Saúde, o Hemosc trabalha para manter os estoques regulares e promove a conscientização sobre a doação como um ato de cidadania.

 

Os critérios básicos de doação:

 

 – Esteja alimentado. Fazer refeições leves e não gordurosas, nas 3 horas que antecedem a doação;

 

 – Não ter ingerido bebidas alcoólicas e nem uso de maconha nas últimas 12 horas;

 

 – Não estar gripado, resfriado ou em processo alérgico;

 

 – Não ter tomado antibiótico nos últimos 15 dias;

 

 – Ter repousado bem na noite antes da doação;

 

 – O candidato à doação deve estar em boas condições de saúde, sem feridas ou machucados no corpo;

 

 – Pesar acima de 50 kg (com desconto de vestimentas);

 

 – Ter idade entre 18 e 69 anos, 11 meses e 29 dias;

 

 – Doadores com idade de 16 e 17 anos de idade, são aceitos para doação mediante a presença e autorização formal dos pais e/ou responsável legal;

 

 – O limite de idade para primeira doação é de 60 anos;

 

 – Não ter feito tatuagem, piercing ou maquiagem definitiva (micropigmentação) nos últimos 6 meses. No caso de piercing na cavidade oral e/ou na região genital, aguardar 12 meses após a retirada;

 

 – Não ter diabetes;

 

 – Não estar grávida, nem com suspeita de gestação;

 

 – Não estar amamentando, ao menos que o parto tenha ocorrido há mais de 12 meses;

 

 – Apresentar documento de identidade com foto, emitido por órgão oficial: RG, carteira profissional, carteira de motorista, etc.

 

 – Existem outros critérios que serão avaliados durante a triagem clínica no hemocentro no dia da doação.

 

Sobre o Hemosc

 

O Hemosc é o Hemocentro Coordenador de Santa Catarina, responsável por todas as ações de captação de doação voluntária de sangue e aféreses e uso de sangue para fins terapêuticos. Além disso, tem a atribuição de garantir a qualidade e o controle da coleta, qualificação do doador, produção dos hemocomponentes, estocagem e distribuição desses, além de promover o desenvolvimento de conhecimento científico e tecnológico na área.

Gerido pela Fahece, conta com uma cobertura em 98% do estado, com sete hemocentros, duas unidades de coleta e oito agências transfusionais localizadas em Blumenau, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Jaraguá do Sul, Joaçaba, Joinville, Lages e Tubarão.

 

Fonte: Governo do Estado de Santa Catarina
Anuncie Aqui