Rui Car
27/08/2022 09h23

História de crimes brutais com enredo de terror em SC chega ao fim com condenação

Vítimas, moradoras de Rio do Sul, foram mortas em um intervalo de três dias por causa do tráfico de drogas

Assistência Familiar Alto Vale
História de crimes brutais com enredo de terror em SC chega ao fim com condenação Foto:Divulgação
Delta Ativa

Foi condenado a 34 anos de prisão o homem apontado como responsável por matar um casal em outubro do ano passado na cidade de Rio do Sul, no Alto Vale do Itajaí. Os crimes ocorreram em um intervalo de três dias. 

 

Segundo o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), Rafael Fachner, 23 anos, foi assassinado por causa de envolvimento com o tráfico de drogas. Já Pamela Silva, 26, esposa dele, morreu porque estava ajudando a polícia a desvendar o homicídio do marido. 

 

A Justiça sustentou que o condenado saiu de casa, em Pouso Redondo, no dia 5 de outubro e, junto com um adolescente, foi até a residência da vítima, invadiu o imóvel e atingiu Rafael com ao menos sete tiros

 

A motivação do crime seria um desentendimento anterior entre Rafael e o adolescente, por questões relacionadas ao tráfico de drogas.

 

Pâmela Ferreira começou a ajudar a polícia a desvendar o assassinato do marido. Porém, em 8 de outubro, foi surpreendida ao chegar em casa e levou ao menos quatro tiros, disparados pelo réu com a ajuda do mesmo adolescente da primeira vez. 

 

O homem ainda pode recorrer da sentença de 34 anos, mas segue preso. 

 

História de terror 

 

De acordo com a Polícia Civil de Rio do Sul, cinco meses antes de ser assassinado, Rafael Fachner cometeu um crime brutal. Ele e um adolescente seriam os responsáveis por matar e esquartejar Renan Kalbush.

 

Ambos eram amigos próximos e tinham brigado por causa de drogas, segundo as investigações.

 

O pai de Renan procurava pelo filho desaparecido e encontrou partes do corpo do jovem dentro de uma mala no rio. Os restos mortais só puderam ser enterrados cerca de quatro meses depois, quando um exame de DNA confirmou oficialmente se tratar Kalbush, de 21 anos. 

 

Fonte:NSC
Anderle Telhas e Acessórios