Rui Car
31/08/2022 11h40

Jovem morta pelo ex-companheiro em SC estava separada há três dias, diz polícia

Camila Côrrea foi assassinada na segunda-feira (29) enquanto buscava os pertences na casa do suspeito

Assistência Familiar Alto Vale
Jovem morta pelo ex-companheiro em SC estava separada há três dias, diz polícia Foto:Divulgação
Delta Ativa

A jovem de 26 anos que foi morta a facadas em Videira, no Meio-Oeste catarinense, estava separada há cerca de três dias do companheiro. Ele, que é o principal suspeito pelo assassinato de Camila Côrrea, foi preso em flagrante na segunda-feira (29). 

 

Segundo o delegado Ismael Gustavo Jacobus Marmitt, a provável motivação do homem foi ciúmes da ex-companheira. Os dois tinham um relacionamento conturbado e haviam rompido na sexta-feira (26). 

 

Camila foi morta na segunda-feira quando foi até a casa do ex-companheiro para buscar seus pertences. No local, o homem, de 35 anos, a agrediu com um golpe de faca nas costas, segundo a Polícia Militar. 

 

 

Uma testemunha, que estava na casa, conseguiu conter o suspeito que, após o crime, tentou ferir o próprio pescoço. Ele foi preso em flagrante após receber atendimento. 

 

 

 

De acordo com o delegado, ele permaneceu em silêncio durante o interrogatório. Na terça-feira (31), ele teve a prisão convertida para preventiva. 

 

 

Agora, a polícia aguarda o resultado dos laudos periciais para finalizar o inquérito. Além disso, segundo o delegado, investigações complementares devem ser realizadas para apurar as demais circunstâncias do caso, que é tratado como feminicídio. 

 

Jovem é sepultada em Água Doce

 

O sepultamento de Camila ocorreu nesta terça-feira em Água Doce, cidade que também fica no Meio-Oeste catarinense. Nas redes sociais, amigos aproveitaram para deixar mensagens à jovem, que era definida como alguém muito querida. 

— Minha comadre, vai deixar saudades. Ainda não caiu a ficha — disse uma amiga. 

Fonte:NSC
Anderle Telhas e Acessórios