Rui Car
19/11/2022 09h31

Padre vai receber “advertência” da Igreja Católica por participar de protesto em SC

Diocese se manifestou após circulação da informação de que o padre teria sido expulso da instituição

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Delta Ativa

A participação do padre Fabian Marcelo Capistrano na manifestação em frente ao 23° Batalhão de Infantaria de Blumenau gerou uma nota de esclarecimento da Diocese de Blumenau. Conversei com o sacerdote, que disse que não foi expulso, mas foi dispensado da Paróquia São José Operário, do bairro Itoupava Central, após participar do protesto.

 

Segundo o padre, a dispensa foi realizada pelo pároco da igreja do bairro.

 

A Diocese de Blumenau se manifestou por nota na tarde desta sexta-feira (18). A instituição afirma que o padre não foi expulso, mas vai receber uma “advertência”, já que não é permitido a presença em protestos políticos.

 

O padre Fabian me disse que não foi afastado das atividades, mas confirmou a saída da comunidade da Itoupava Central, onde estava desde meados deste ano.

 

Não citei partidos, mas não concordo com a presença do Comunismo na América Latina , seus ditadores e com ideologias anti-cristãs que querem implantar no Brasil. Com isso, foi pedido por um dos sacerdotes, pároco da igreja que eu atuava, que não seria mais necessária a minha atuação pastoral na comunidade”, revelou.

 

A equipe da NDTV entrou em contato com a Paróquia São José Operário, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem. A Diocese de Blumenau não comentou sobre o assunto.

 

Manifestantes seguem em frente ao quartel do Exército em Blumenau – Foto: Fotos: Ediane Stuart/NDTV Blumenau

Fotos: Ediane Stuart / NDTV Blumenau

 

Veja na íntegra a nota da Diocese de Blumenau:

 

Amado Povo de Deus, Esperança, Graça e Paz.

 

Vivemos tempos difíceis. É urgente e necessário buscarmos a única verdade que nos ilumina, liberta e salva: Jesus Cristo Crucificado.

 

Acompanhamos, em confiante oração a Deus Nosso Senhor, o momento atual em que se encontra o nosso amado Brasil. Suplicamos a graça da verdade, da justiça e da paz; a graça da sincera corresponsabilidade e cuidado para com a vida de todos os brasileiros.

 

Em nossa amada Diocese de Blumenau estamos vivendo, nestes dias, situações que não condizem com a verdade, com o Evangelho e com a nossa fé católica. São muitas as manifestações nas redes sociais a favor e contra; mentiras, maldades, grosserias, ataques ao Bispo e à Igreja que pedem de nós esclarecimentos e posicionamento. Tudo isto se deve à presença do Padre Fabian Marcelo Capistrano no percurso da Rua Amazonas, participando da manifestação do último dia 15/11/2022 e e demais dias. Padre Fabian, como qualquer outro legítimo sacerdote, prometeu obediência, renunciando à sua autonomia, no momento de sua ordenação. Portanto ele não pode fazer o que bem entender. É preciso deixar claro:

 

– Não autorizamos o Padre Fabian ou qualquer outro padre da e na Diocese de Blumenau a participar de manifestações políticas partidárias pois isto é proibido aos clérigos, conforme o Código de Direito Canônico cân. 287 § 1-2. Somos ministros da unidade!

 

– Padre Fabian levou o Santíssimo Sacramento para uma manifestação política e deu a benção. Isto é grave e é inconveniente. Somente em alguns momentos religiosos é permitido tal rito.

 

– É Fake News a afirmação que circula nas redes sociais que o Padre Fabian foi expulso. Fique claro que o Bispo de Blumenau, Dom Rafael Biernaski, a quem ele deve obediência, não tomou até o momento nenhuma medida com relação ao Padre Fabian. Ele será chamado para uma conversa pessoal com o Bispo. Primamos pela verdade!

 

Diante do exposto acima, pedimos o bom senso dos CATÓLICOS. Zelemos pela verdade, comunhão, unidade. Não permitamos que Satanás divida a Igreja que Jesus Cristo fundou com seu Sangue derramado na Cruz. Nossa Senhora Aparecida nos assista.

 

Fonte: Rodrigo Vieira / ND+
Anderle Telhas e Acessórios