Rui Car
07/11/2022 10h00 - Atualizado em 07/11/2022 10h03

Polícia continua investigações sobre morte após briga por política em Dona Emma

Para o delegado, se as investigações seguirem evoluindo como planejado, o inquérito será finalizado até sexta-feira (11)

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Felipe Sales / NSC

Foto: Felipe Sales / NSC

Delta Ativa

Todas as testemunhas da morte do empresário Luciano Mafassoli, morto a facadas em briga com um vereador, serão ouvidas na tarde desta segunda-feira (7). A discussão, motivada por política, aconteceu no último sábado (5), em uma bar localizado em Dona Emma. 

 

Até o momento, de acordo com o delegado Juliano Tumitan, duas pessoas já foram ouvidas: o proprietário e uma cliente do bar onde o crime ocorreu.

 

Além disso, Tumitan ainda aguarda o resultado do exame do local onde aconteceu o homicídio, que é realizado pela Polícia Científica. Segundo ele, não há câmeras de monitoramento na região, e a faca utilizada pelo vereador ainda não foi apreendida. 

 

O político e suspeito de matar o empresário segue foragido, porém, a reportagem localizou um advogado procurado pelo vereador, mas o criminalista disse que ainda não responde oficialmente pelo político. Adiantou, no entanto, que Siqueira deve se apresentar à polícia.

 

Para o delegado, se as investigações seguirem evoluindo como planejado, o inquérito será finalizado até sexta-feira (11). 

 

PARA MAIS DETALHES DO CRIME, CLIQUE AQUI

 

Fonte: Lucas Koehler e Felipe Sales / Jornal de Santa Catarina/ NSC Total
Anderle Telhas e Acessórios