Rui Car
08/09/2022 15h16 - Atualizado em 08/09/2022 15h26

Rainha Elizabeth mandou recado para o Brasil um dia antes de adoecer; veja mensagem

Monarca relembrou única visita ao país, que aconteceu em 1968

Assistência Familiar Alto Vale
A rainha Elizabeth II e Pelé no Maracanã (Foto: Reprodução / Arquivo Nacional)

A rainha Elizabeth II e Pelé no Maracanã (Foto: Reprodução / Arquivo Nacional)

Delta Ativa

A rainha Elizabeth II enviou nesta quarta-feira (07) uma mensagem ao Brasil, parabenizando o país pelo Bicentenário da Independência e relembrando a visita feita em 1968. A mensagem foi enviada um dia antes do adoecimento da monarca, que faleceu nesta quinta-feira (08), aos 96 anos.

 

Em meio à celebração da importante ocasião dos 200 anos de independência, quero parabenizar Vossa Excelência e enviar minhas felicitações ao povo da República Federativa do Brasil, lembrando com carinho da minha visita ao país, em 1968. Que continuemos trabalhando com esperança e determinação para superar os desafios globais juntos”, disse a monarca, de 96 anos.

 

O comunicado foi transmitido no Twitter embaixadora do Reino Unido no Brasil, Melanie Hopkins.

 

 

Única viagem ao Brasil

 

Em novembro de 1968, a rainha Elizabeth II fez sua primeira e única viagem ao Brasil. À época da visita da monarca britânica o país vivia sobre a ditadura militar.

 

No roteiro de 11 dias pelo Brasil, Elizabeth e o marido, o príncipe Philip (1921-2021), passaram por seis cidades e conheceram figuras ilustres como Pelé, durante um jogo no estádio do Maracanã, e Jorge Amado (1912-2001).

 

 

Entre os presentes inusitados que a rainha Elizabeth II ganhou durante sua passagem pelo Brasil estavam casal de onças e diversos discos de MPB. As informações são da BBC News Brasil.

 

A viagem da rainha, com então 42 anos e 16 de reinado, começou pelo Recife no dia 1º de novembro, onde foi recebida pelo escritor e antropólogo Gilberto Freyre (1900-1987), Dom Hélder Câmara (1909-1999), arcebispo de Olinda e Recife, entre outras personalidades no Palácio do Campos das Princesas, sede do governo pernambucano.

 

rainha Elizabeth II

A rainha Elizabeth II e o príncipe Philip durante passagem pelo Rio de Janeiro (Foto: Reprodução / Arquivo Nacional)

 

De lá, a comitiva da rainha e do duque de Edimburgo seguiram viagem para Salvador (BA) a bordo do Britannia, iate real da Marinha inglesa, e se encontraram com o escritor Jorge Amado e o artista plástico argentino Carybé, que morava na capital baiana. Também de navio o casal real foi para o Rio de Janeiro (RJ). Visitaram ainda Brasília (DF), São Paulo (SP) e Campinas (SP).

 

Em Brasília, no 5 de novembro a rainha Elizabeth II fez um pronunciamento no Congresso Nacional. Na ocasião, o príncipe Phillip, chegou a ser barrado e empurrado pela segurança ao tentar entrar no local. Ele não chegou no mesmo carro da monarca.

 

No discurso, a rainha disse estar “bastante comovida com a cortesia e generosidade demonstrada pelo povo brasileiro em todas as partes do país em que esteve“. A monarca também agradeceu ao convite dos parlamentares e elogiou o prédio do Congresso Nacional.

 

 Rainha Elizabeth II

Rainha Elizabeth II recebe do embaixador brasileiro Fred Arruda medalha alusiva à histórica viagem ao Brasil (Foto: John Stillwell / Embaixada do Brasil)

 

Na capital paulista a rainha Elizabeth II e o príncipe Philip visitaram o Monumento do Ipiranga, Museu de Arte de São Paulo (MASP) e o icônico Edifício Itália. A programação incluiu shows de Wilson Simonal, Jair Rodrigues e Elza Soares.

 

Em Campinas, Às 13h40, a rainha e o duque de Edimburgo conheceram o Instituto Agronômico e a Fazenda Santa Elisa. O casal real ainda pernoitou na Estância Santa Eudóxia, no distrito de Barão Geraldo, onde montou um alazão.

 

Pouco mais de um mês depois da visita da rainha Elizabeth II , o governo do general Artur da Costa e Silva (1899-1969) endureceria o regime de força baixando o Ato Institucional número 5.

 
Fonte: ND+ / Rádio Educadora 90,3 FM / Catraca Livre
Anderle Telhas e Acessórios