Rui Car
04/11/2022 20h26 - Atualizado em 04/11/2022 20h45

Relatório de auditoria das urnas deve ser entregue na próxima segunda

Documento levantará várias questões com potencial para realimentar a tese bolsonarista de fraude

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Eraldo Peres / AP

Foto: Eraldo Peres / AP

Delta Ativa

Apesar de ter dito ao Supremo que “acabou”, Jair Bolsonaro não desistiu de contestar o resultado das urnas e espera a entrega do relatório de auditoria do Ministério da Defesa, na segunda-feira (07), para retornar à pauta. Fontes militares disseram ao portal “O Antagonista” que o documento levantará várias questões com potencial para realimentar a tese bolsonarista de fraude.

 

Nos grupos de apoiadores, já circulam versões sobre uma ‘auditoria independente’ que será divulgada na Argentina, assim como um novo relatório das inserções de rádio e uma planilha com links para os Boletins de Urna de seções eleitorais onde Bolsonaro teve zero voto ou votação inexpressiva.

 

Para essas fontes, seria impossível o presidente não receber sequer 1 voto numa seção.

 

 

A divulgação desses dados coincide com nova articulação para uma greve geral, a partir da mesma segunda (07). Perfis de apoiadores no exterior já estão mobilizados na divulgação das iniciativas. Ontem, a deputada Carla Zambelli deixou o país alegando buscar nos EUA meios para “restaurar a liberdade de expressão no país”.

 

 

O bolsonarismo quer o terceiro turno.

 

Fonte: Claudio Dantas / O Antagonista / UOL
Anderle Telhas e Acessórios