Rui Car
15/11/2022 09h42

Santa Catarina é o 4º estado que mais reduziu o desmatamento no país

Notícia positiva para o estado foi levada à COP27, que acontece no Egito

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Arquivo / PMA / Divulgação

Foto: Arquivo / PMA / Divulgação

Delta Ativa

Santa Catarina é quarto estado brasileiro que mais reduziu a taxa de desmatamento. A notícia positiva para o estado foi levada à COP27 (Conferência das Partes das Nações Unidas sobre Mudanças do Clima) que acontece no Egito e que conta com a participação de representantes catarinense.

 

De acordo com os dados divulgados pelo governo estadual, em um ano a redução da área desmatada foi de 15% – passou de 1.747 hectares em 2020 para 1.489 em 2021.  Em outros 20 estados brasileiros houve aumento.

 

Na comitiva que participa do evento está o secretário Executivo do Meio Ambiente, Leonardo Porto Ferreira. Ele destacou que os dados, que apontam queda no desmatamento em Santa Catarina, são do MapBiomas – um programa nacional que faz monitoramento dos principais biomas do Brasil.

 

Para o secretário, a melhora no índice é resultado da integração dos órgãos estaduais na fiscalização, no licenciamento e na construção de políticas públicas.

 

Pacto para frear impactos e reduzir emissões de gases

 

Durante o evento, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Grosso do Sul assinaram um acordo, que visa frear os impactos das mudanças climáticas e a redução das emissões de gases de efeito estufa.

 

O pacto foi assinado no último sábado (12), pelos representantes dos estados da Codesul (Comissão do Meio Ambiente do Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul), reunidos na COP27.

 

Ninguém faz nada sozinho e o compromisso ambiental é de todos nós. Com esta assinatura, Santa Catarina firma seu compromisso de responsabilidade diante dos impactos mundiais em relação às mudanças climáticas. Damos exemplo e atraímos com isso, empreendedores, pesquisadores e gestores públicos que convergem pelo mesmo ideal”, avaliou o secretário executivo do Meio Ambiente, Leonardo Porto Ferreira.

 

Fonte: ND+
Anderle Telhas e Acessórios