Rui Car
14/11/2022 16h47

SC amplia exportações de carnes e faturamento passa de US$ 3,1 bilhões

Números foram divulgados pelo Ministério da Economia e analisados pela Epagri/Cepa

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Divulgação / Prefeitura de Itajaí

Foto: Divulgação / Prefeitura de Itajaí

Delta Ativa

Referência internacional na produção de carnes, Santa Catarina segue batendo recordes nas exportações. De janeiro a outubro deste ano, o estado embarcou 1,41 milhão de toneladas de carnes, gerando receitas que passam de US$ 3,1 bilhões – uma alta de 11,6% em relação ao mesmo período do ano anterior. Os números são divulgados pelo Ministério da Economia e analisados pelo Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa).

 

O Governo do Estado recebe com muita alegria os números das exportações de carnes de Santa Catarina. Esse excelente resultado é fruto de um árduo trabalho dos nossos produtores rurais, dos técnicos, cooperativas, agroindústrias e também do Estado, que tem como papel principal prover a defesa agropecuária e garantir a sanidade animal dos nossos rebanhos. Ficamos muito felizes, mas isso aumenta o nosso compromisso em continuar investindo e cuidando da sanidade animal aqui no nosso estado para que siga como grande fornecedor de proteína animal para todo o mundo”, destaca o secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Ricardo Miotto.

 

Os valores levam em conta os embarques de carne suína, frangos, perus, patos, marrecos e bovinos. Considerando apenas o mês de outubro, Santa Catarina exportou 139,8 mil toneladas de carnes com um faturamento de US$ 324,9 milhões, 7,2% a mais do que em 2021.

 

Carne de frango

 

Segundo maior produtor de carne de frango do país, Santa Catarina exportou 846,1 mil toneladas do produto em 2022, gerando US$ 1,8 bilhão em receitas. O faturamento é 20% maior do que no mesmo período do ano anterior.

 

O bom desempenho é explicado pela alta nos embarques para os principais mercados compradores, com destaque para os Países Baixos (25,2%) e Arábia Saudita (25,1%). O analista da Epagri/Cepa, Alexandre Giehl, ressalta ainda que a carne de frango apresenta forte valorização no mercado internacional, o que tem gerado sucessivas elevações no valor médio da tonelada.

 

As exportações devem se manter estáveis ao longo do ano, com perspectiva de alta em relação ao valor exportado no ano anterior. Esse cenário é resultante, principalmente, das dificuldades enfrentadas por outros importantes exportadores, como é o caso dos Estados Unidos e alguns países da União Europeia, principalmente em função de focos de gripe aviária, que restringem o comércio internacional dos mesmos. Além disso, o conflito entre Rússia e Ucrânia também tem afetado a oferta do produto, já que a Ucrânia é um relevante exportador, principalmente para o mercado europeu”, destaca Giehl.

 

Carne suína

 

De janeiro a outubro de 2022, Santa Catarina exportou 497,9 mil toneladas de carne suína, com um resultado financeiro de US$ 1,1 bilhão. O estado responde por 55% dos embarques brasileiros e é o maior produtor de carne suína do país.

 

Em agosto, os catarinenses atingiram o recorde histórico nos embarques do produto com 62,2 mil toneladas embarcadas em um único mês – 40% a mais do que em 2021.

 

Fonte: Governo do Estado de Santa Catarina
Anderle Telhas e Acessórios