24/11/2021 22h43 - Atualizado em 25/11/2021 08h22

SC libera o uso de máscara ao ar livre; veja quando começa a valer a medida

Além da flexibilização do uso de máscaras, o funcionamento de estádios de futebol passam a ser sem restrições de público

PUBLICIDADE
Assistência Familiar Alto Vale
PUBLICIDADE
Delta Ativa

Com o avanço da vacinação, algumas regras de combate à Covid-19 começam a ser flexibilizadas. O governador Carlos Moisés assinou, nesta quarta-feira (24), um decreto que libera o uso de máscaras ao ar livre e permite a realização de todos os tipos de eventos, inclusive esportivos em Santa Catarina.

 

Em publicação via Twitter, o governador afirmou que medidas vêm em um momento de redução do contágio no estado, diminuição do risco potencial e do avanço da vacinação. “Esses avanços são mérito de todos que se vacinaram e ajudaram a diminuir significativamente o contágio. A vacina é o caminho da volta à normalidade”, escreveu.

 

No que diz respeito às máscaras, o uso delas se torna opcional nos ambientes abertos em que há possibilidade de manter distanciamento. Nos ambientes fechados ou naqueles em que não é possível manter distanciamento, o uso continua obrigatório.

 

O decreto também autoriza o funcionamento integral dos estabelecimentos que promovam eventos corporativos, feiras de negócios, eventos sociais, shows e entretenimento, inclusive esportivos. No caso das competições de futebol, uma portaria específica trata dos novos limites de ocupação (veja mais abaixo). O decreto também estende a situação de calamidade pública até 31 de março de 2022.

 

Da mesma forma como fomos o primeiro estado a adotar medidas restritivas no início da pandemia e um dos primeiros a retomar as atividades econômicas, também estamos saindo na frente em mais um passo na direção da volta à normalidade”, ressalta o governador. Na avaliação de Carlos Moisés, esse passo se tornou possível e seguro graças ao avanço da vacinação. “Hoje somos um dos estados com maior percentual da população vacinada e temos cobertura superior à de quase todos os países desenvolvidos. Tudo isso dá segurança para avançar mais”, acrescenta.

 

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, as medidas adotadas pelo Estado são responsáveis e em conformidade com a situação do momento. “Liberamos em 100% a capacidade dos eventos, incluindo presença de público em estádios, e também mantivemos a obrigatoriedade do uso de máscaras em espaços abertos apenas onde há aglomeração. Estendemos a situação de calamidade pública para que tenhamos um regramento claro durante a temporada de verão. Lembramos que cada município tem a possibilidade de ser mais restritivo, se assim entender e se o cenário exigir que assim seja”, afirma.

 

Fonte: SCC10


 

PUBLICIDADE
Anderle Telhas e Acessórios