Rui Car
01/09/2022 16h25 - Atualizado em 09/09/2022 15h19

Taió sedia a XIII Feira de Matemática, Ciência e Tecnologia

Aconteceu ontem, 31 de agosto, a XIII Feira de Matemática, Ciência e Tecnologia e foi sediada em Taió, na EEB Luiz Bertoli

Assistência Familiar Alto Vale
Taió sedia a XIII Feira de Matemática, Ciência e Tecnologia Foto:Cleide Tamanini Bogo
Delta Ativa

Aconteceu ontem, 31 de agosto, a XIII Feira de Matemática, Ciência e Tecnologia e foi sediada em Taió, na EEB Luiz Bertoli. Contou com 72 trabalhos, de alunos de 23 instituições escolares da região do Vale Norte, que compreende as cidades de  Taió, Salete, Rio do Campo, Santa Terezinha, Mirim Doce e Pouso Redondo. 

 

 

    Durante o dia de exposição, visitação pública e avaliação, a feira contou com a presença de cerca de mil e duzentos visitantes das escolas municipais e estaduais da região que prestigiaram os 144 expositores. 

 

 

      A feira foi promovida pela Coordenadoria Regional de Educação de Taió e organizada pela equipe da EEB Luiz Bertoli. A última vez que a cidade de Taió sediou a feira foi em 2017. Em 2018 foi realizada na cidade de Santa Terezinha; em 2019 foi em Salete; em 2020 não ocorreu por conta da pandemia e em 2021 aconteceu on-line, com a participação de 6 trabalhos.

 

 

     O evento é regional, onde se apresentaram trabalhos de matemática, que engloba todos os níveis de ensino (desde educação infantil até Ensino Superior) e de todas as redes (municipal e estadual). A feira de ciência e tecnologia abrange somente as turmas do Ensino Fundamental – anos finais & ensino médio, somente da rede estadual. Pela primeira vez neste ano, teve um tema: A ciência a serviço da sustentabilidade. 

 

 

    Entre alunos e professores orientadores somaram-se mais de 200 pessoas. Os próprios orientadores participaram da avaliação, além de professores das áreas afins que foram convidados. 

 

 

      A professora representante da Comissão Permanente do Movimento das Feiras de Matemática de SC, Rosane Hackbarth, comentou como é gratificante ver a escola viva, a ciência acontecendo e os conhecimentos sendo explorados e compartilhados. “É uma oportunidade para a comunidade em geral acompanhar alguns dos trabalhos desenvolvidos nas unidades escolares, bem como conhecer mais sobre matemática, ciência e tecnologia.”

 

      Nádia Baldo Menestrina, professora e avaliadora, comentou que o objetivo da feira de matemática é compartilhar os conhecimentos,  as vivências do dia a dia da escola. Ressaltou que  “a essência do conhecimento consiste em compartilhá-lo!”

 

 

Maria Roseli Fusinato, professora e avaliadora comentou que “foi e é sempre muito gratificante participar das feiras, seja como professora orientadora ou avaliadora, visto que é o fechamento de um trabalho conjunto entre professores e alunos. É um momento de muito aprendizado!”

 

 

      Marina do Nascimento, Diretora do Departamento Municipal de Turismo de Taió  & Tutora Externa da Uniasselvi – Administração, relatou que apreciou diversas apresentações durante o evento, percebendo o envolvimento dos alunos com os temas escolhidos, a dedicação e o carinho em cada detalhe, conteúdos relevantes para suas formações como também para a comunidade. Ressaltou o trabalho e acompanhamento por parte do corpo pedagógico o qual possibilitou a realização do evento. Disse ainda que “a feira me proporcionou uma enorme satisfação, pois além de saber de todo o envolvimento que se tem para organizar e realizar um evento com essa magnitude e o maravilhoso resultado que se tem ao oportunizar aos alunos a prática da teoria e o compartilhamento desse conhecimento, ser orientadora de 3 dos 4 trabalhos do ensino superior da Uniasselvi, dentre eles ‘A Importância da Matemática na Inflação’, indicado para a fase estadual inclusive, me oportunizou vivenciar uma grandiosa e gratificante parte dessa construção. Outro fato que merece destaque é perceber que a comunidade escolar está se envolvendo com temas da atividade turística, podendo relacionar esse movimento como repercussão das visitas turísticas pedagógicas que vêm sendo realizadas em diversos atrativos turísticos do município. Nesta edição, tivemos dois empreendimentos, Casa di Morangos e Castell Chocolates, contemplados nas apresentações, tratando da irrigação sustentável, e a história, produção e consumo do chocolate e pegada ecológica, mas vários outros temas abordados como gestão, análise de custos, acessibilidade, gestão de resíduos etc. são temas afins da atividade turística. É de suma importância para o desenvolvimento do Turismo que a comunidade fale, aprenda, viva o turismo! Enfim, finalizo com uma mistura de sentimentos, alegria, satisfação e acima de tudo gratidão por todos os envolvidos.”

 

 

     A professora e orientadora do laboratório de matemática da EEBLB, Janete Fuechter, relata que esse tipo de mostra possibilita o acesso ao conhecimento de forma diferenciada, “No ambiente escolar, além do envolvimento e engajamento dos estudantes nas atividades realizadas, aproxima os mesmos da escrita e da pesquisa, que são aspectos fundamentais na Educação Básica.”

 

 

     Cassiê Rebellato Souza, professora de Biologia e de Ciências, comentou que a feira de Ciências foi de extrema importância para expandir os conhecimentos dos alunos e professores. “Quando realizamos trabalhos práticos com os alunos, ensinamos e aprendemos juntos, exercitando o trabalho em equipe”, finalizou. 

 

 

     Márcia Peters Busarello, técnica de ensino da Coordenadoria Regional de Educação de Taió agradeceu aos colaboradores e comentou que o evento foi um sucesso devido ao engajamento de todos.

 

 

      A Supervisora Regional de Ensino de Taió, Maria Elena Melo Caetano, frisou que os projetos apresentados eram de excelente qualidade em todas as categorias, onde se oportuniza  a troca de experiências e conhecimentos, sendo este também um momento de professores e alunos exporem um pouco dentre as muitas atividades desenvolvidas nas escolas. “Em nome da Coordenadoria Regional de Ensino de Taió agradecemos o empenho de todas as pessoas e parceiros  envolvidos neste evento, nomes dos quais menciono a Marcia Peters Busarello, Rosane Hackbarth,  Adriani Erkmann e comissão organizadora, Prefeitura Municipal e Secretaria da Educação de Taió, assim como as demais prefeituras e secretarias municipais da educação, diretora Sionei Setter e toda a comunidade escolar da EEB Luiz Bertoli, professores, professores avaliadores, gestores, alunos e demais pessoas que colaboraram de maneira direta ou  indireta. A feira foi um sucesso!!”, finalizou. 

 

 

 

TRABALHOS FINALISTAS

 

Os trabalhos de matemática indicados foram:

Educação especial – “Explorando conceitos matemáticos através de jogos e brincadeiras”, da EEB Luiz Bertoli, de Taió.

 

Educação infantil – “De grão em grão… conhecemos a matemática”, do CEI Dona Luize Heidrich, de Taió.

 

Ensino Fundamental – Anos iniciais – “A geometria sendo transformada em obras de arte”, da EBM Alto Rio da Anta, de Santa Terezinha,  “Cálculo para adubação para hortaliças”, da EEF Waldomiro Colautti, de Rio do Campo e “A matemática e o número do calçado”, da EEB Guilherme André Dalri, de Salete.

 

Ensino Médio – “Educação Financeira no Novo Ensino Médio: relacionando a sala de aula com a vida cotidiana” da EEB Professora Anair Margarida Voltolini, de Pouso Redondo.

 

Ensino Superior – “A importância da matemática na inflação”, da UNIASSELVI, de Taió.

 

 

Os trabalhos de ciência e tecnologia indicados foram:

 

Ensino Fundamental –  “Pilhas e baterias: o que fazer?” & “Agrotóxico: herói ou vilão?”, ambos da EEB Bruno Heidrich, de Mirim Doce.

 

Ensino Médio – “As meliponas como agente polinizadores na produção de alimentos e na economia no estado de SC”, da EEB Leopoldo Jacobsen, de Taió.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anderle Telhas e Acessórios