Rui Car
14/06/2022 11h44 - Atualizado em 14/06/2022 11h45

Superlua poderá ser vista em todo o Brasil

Melhor momento para observação é a partir das 18h

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Fachrul Reza / NurPhoto via Getty Images
Filipe Brasilda CNN*

Foto: Fachrul Reza / NurPhoto via Getty Images Filipe Brasilda CNN*

Delta Ativa

Na noite desta terça-feira (14), será possível observar o fenômeno conhecido como Superlua. Ele acontece quando a Lua Cheia ou a Lua Nova coincidem com o momento em que o astro está mais próximo da Terra, chamado de perigeu. Quando isso acontece, a Lua pode parecer maior e mais brilhante.

 

O astrônomo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Daniel Mello explica que o tamanho do astro não se altera, apenas a percepção do tamanho ao olhar humano. Em geral, o fenômeno ocorre de duas a três vezes por ano. Em 2022, segundo o pesquisador, será possível ver a Superlua tanto em junho, quanto em julho, e a próxima ocorrência será apenas em 2023.

 

Como a Lua está mais próxima da Terra, ela realmente fica mais brilhante do que as outras luas cheias, mas a questão é que, na hora de observar, fica complicado de comparar com as outras luas cheias que a pessoa já viu. Mas se você conseguir comparar por meio de fotos, é possível perceber a diferença com mais facilidade. Trata-se de um aumento de cerca de 11% no tamanho”, afirma o astrônomo e coordenador no Observatório do Valongo da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

 

A dica do astrônomo é observar o fenômeno por volta das 18h, quando a Lua começa a aparecer.

 

O evento é visível em todo Brasil, começa por volta das 18h e vai até 6h do dia 15. São praticamente 12 horas de observação. A meu ver, o melhor momento para observar é quando ela está surgindo. Se olhar para Leste por volta das 18h, vai ver ela bem baixa no horizonte, ganhando uma visão de que é muito maior do que ela é”, afirma o pesquisador.

 

Observação no Planetário do Rio

 

O planetário do Rio de Janeiro, na Gávea, abrirá as portas para estudantes e interessados observarem o céu a partir das 18h. Astrônomos também irão acompanhar a sessão, gratuita, para tirar dúvidas sobre o fenômeno. A entrada está sujeita à lotação do espaço e acontece mediante distribuição de senhas.

 

Serão distribuídas 100 senhas para entrada às 17h30, 30 minutos antes do início da atividade. O planetário ressalta que a observação do céu depende das condições meteorológicas e pode ser cancelada caso o tempo esteja nublado ou chuvoso.

 

Segundo o sistema Alerta Rio, não há previsão de chuva para o período da noite e o céu deve ficar parcialmente nublado.

 

Fonte: Filipe Brasil / CNN
Anderle Telhas e Acessórios