Rui Car
08/03/2022 11h13

Vídeo: “Bola de fogo” surpreende em aparição rara no céu de SC

Fenômeno é conhecido como reentrada de lixo espacial e dificilmente pode ser visto a olho nu

Assistência Familiar Alto Vale
 Foto: Jocimar Justino de Souza / Bramon

Foto: Jocimar Justino de Souza / Bramon

Delta Ativa

Um fenômeno conhecido como “reentrada de lixo espacial” foi registrado na madrugada desta terça-feira (08), às 4h36, no céu de cidades como ChapecóPinhalzinhoItapiranga e Monte Castelo, no Oeste e no Planalto Norte de Santa Catarina. Em poucas horas, os vídeos gravados por moradores foram compartilhados centenas de vezes e surpreenderam internautas devido à semelhança com uma “bola de fogo”.

 

Em Chapecó, um trabalhador gravou o momento exato em que o fenômeno aconteceu. “Não sei se é o fim do mundo, ou se é um meteoro, eu sei que é assustador esse negócio aí”, disse.

 

Segundo o professor e astrônomo amador, Diego de Bastiani, o fenômeno não é incomum. Porém, a visualização a olho nu em Santa Catarina é rara. “Existem milhares de satélites como esse rodando a Terra. Eles não estão mais ativos e, em algum momento, são atraídos para a Terra. Quando entram em contato com a atmosfera ocorre um atrito e um aumento bem alto da temperatura. Ele se fragmenta em vários pedaços e aparem essas bolinhas de fogo no céu. Em determinado momento eles queimam todo o material e alguns destroços caem na terra”, explicou o pesquisador.

 

Ainda, de acordo com o pesquisador, o retorno para a Terra não costuma causar danos. “Muitos desses satélites caem no oceano, não representando risco algum”, disse. O pesquisador está investigando de qual satélite se trata.

 

Registros impressionantes

 

Outros registros como esse já foram feitos em Santa Catarina. No dia 25 de fevereiro deste ano, por volta das 23h05, um meteoro estilo “bola de fogo” também foi registrado pela estação de monitoramento de meteoros localizada no município de Monte Castelo, no Planalto Norte de Santa Catarina.

 

Antes disso, no dia 10 de setembro de 2021, a estação de monitoramento de meteoros de Monte Castelo registrou o mesmo fenômeno espacial quando ainda era claro, por volta das 18h40.

 

Assista:

 

Fonte: ND+
Anderle Telhas e Acessórios