Rui Car
19/09/2022 11h24

Aprovação da SAF deixa Atlético de Ibirama mais próximo do retorno aos gramados

Em assembleia-geral com os sócios foi aprovada a constituição da Sociedade Anônima do Futebol

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Divulgação / CAHA

Foto: Divulgação / CAHA

Delta Ativa

A volta do Clube Atlético Hermann Aichinger aos gramados está mais perto de acontecer. Em uma assembleia-geral com os sócios, na quarta-feira (15), foi aprovada a constituição da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) e com isso, o projeto da volta do Atlético ao futebol profissional teve o seu o pontapé inicial.

 

O presidente Joel Wippel destaca que o projeto vem sendo construído desde o ano passado, quando assumiu o mandato na diretoria. “Estamos tratando o retorno do futebol profissional como um negócio para o clube, para que ele tenha sustentabilidade e que possa ser autossuficiente”.

 

Wippel destaca que o projeto da SAF é para cinco anos, onde deverá se buscar o fortalecimento da base do Atlético e a geração de atletas. Ela será focada na geração atletas e uma gestão totalmente profissional. “Fizemos um projeto para cinco anos com valores tangíveis, que irão permitir que possamos disputar competições. Estamos em busca de 10 investidores com uma cota anual para cada um, durante cinco anos”, explica.

 

A SAF é um modelo especial de constituição de empresas voltada para o futebol no Brasil. “Ela vai permitir que possamos iniciar a disputa da série C do Catarinense, buscando a segunda divisão e galgar, no futuro, o acesso à primeira divisão. Ele será um projeto focado inicialmente na busca de receita”, esclarece.

 

O caminho que foi aberto aos clubes de futebol por força da Lei 14.193/2021, seguido recentemente por equipes tradicionais do futebol nacional, como Cruzeiro, Botafogo e Vasco, além do catarinense Figueirense.

 

Fonte: Marcelo Zemke / Rede Vale Norte
Anderle Telhas e Acessórios