Rui Car
26/04/2022 10h44

Avaí abre 3 a 0, leva susto, mas vence o Goiás na Ressacada

Leão da Ilha abriu vantagem no placar, mas viu o Goiás reagir e quase empatar a partida na reta final

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Frederico Tadeu / Avaí

Foto: Frederico Tadeu / Avaí

Delta Ativa

Em partida extremamente movimentada, o Avaí venceu o Goiás por 3 a 2 na noite desta segunda-feira (25) e garantiu a segunda vitória do clube na Série A do Campeonato Brasileiro.

 

O Leão da Ilha chegou a abrir 3 a 0 no placar, porém, com um jogador a menos desde o primeiro tempo, acabou recuando e sendo pressionado pelo Esmeraldino na reta final da partida.

 

Morato, Bissoli e Muriqui marcaram para os catarinenses. Enquanto Pedro Raul e Elvis descontaram para o Esmeraldino.

 

Com a vitória, o Avaí chega a sexta posição na tabela com seis pontos em três partidas. Já o Goiás é o vice-lanterna.

 

Primeiro tempo quente

 

Gol, expulsão, dois pênaltis anulados e muita reclamação. Teve de tudo, no sentido literal da palavra, no primeiro tempo de Avaí e Goiás.

 

O Leão da Ilha começou com tudo a partida e logo no primeiro minuto, em jogada pela esquerda, Cortez cruzou rasteiro e Bruno Silva quase completou para as redes.

 

Dois minutos depois a jogada se repetiu. Dessa vez Muriqui arrancou pela ponta canhota, cruzou rasteiro e Morato, livre, só empurrou para as redes.

 

Aos seis, a primeira polêmica da partida. Apodi foi derrubado por Cortez e o árbitro Antonio Dib Moraes de Sousa assinalou pênalti. No entanto, a arbitragem de vídeo corrigiu a marcação e apontou que a falta aconteceu fora da área.

 

O contexto do confronto se mostrava totalmente favorável ao Avaí até os 26 minutos. Após confusão entre Morato e Dadá Belmonte a arbitragem flagrou um pisão do camisa 53 avaiano no jogador do Esmeraldino. Vermelho direto e Avaí com um jogador a menos.

 

E quem disse que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar? Aos 35′, Apodi foi novamente derrubado por Cortez e o árbitro voltou a assinalar pênalti. O VAR entrou em ação e (novamente) corrigiu a marcação marcando falta fora da área.

 

Aos 40 minutos o Goiás quase chegou ao empate. Em escanteio pela esquerda, Pedro Raul antecipou a zaga, cabeceou e Douglas fez uma grande defesa para evitar o gol.

 

O fim do primeiro tempo foi marcado pelas “homenagens” da torcida avaiana contra Antonio Dib Moraes de Sousa.

 

Chuva de gols

 

Quem esperava uma pressão do Goiás, por estar com um jogador a mais, na segunda etapa, se enganou. O Avaí voltou melhor e conseguiu marcar logo aos cinco minutos.

 

Eduardo tabelou com Kevin pela direita, cruzou rasteiro e Bissoli antecipou o zagueiro para fazer o primeiro gol dele com a camisa do Avaí.

 

O que já era bom ficou ainda melhor. Aos 15 minutos, Raniele invadiu a área e foi derrubado por Diego. Pênalti que Muriqui bateu bem e converteu: 3 a 0 para a completa festa da torcida avaiana na Ressacada.

 

Aos 31 minutos começou a reação Esmeraldina. Em falta cobrada na área, Douglas espalmou e Pedro Raul completou para as redes.

 

Aos 40′, Lucas Ventura derrubou Luiz Filipe na área e a arbitragem marcou pênalti. Elvis, com categoria, deslocou Douglas e marcou o segundo.

 

O Goiás veio para a pressão final e quase empatou com Apodi nos acréscimos. Hugo cruzou na área e o camisa 22 foi no alto cabecear para grande defesa de Douglas.

 

Próxima parada

 

O Avaí volta a campo no domingo (1º) quando encara o Internacional, fora de casa, pela quarta rodada do Brasileirão. Já o Goiás recebe o Atlético-MG no sábado.

 

FICHA TÉCNICA

 

Avaí 3×2 Goiás – 3ª rodada Campeonato Brasileiro Série A

 

AVAÍ: Douglas; Kevin (Matheus Ribeiro), Bressan, Arthur Chaves e Cortez; Raniele, Bruno Silva e Eduardo (Lucas Ventura); Morato, Guilherme Bissoli (Rômulo) e Muriqui (Dentinho). Técnico: Eduardo Barroca

 

GOIÁS: Tadeu; Maguinho (Elvis), Da Silva, Reynaldo e Danilo Barcelos; Fellipe Bastos (Luan), Matheus Sales (Nicolas) e Diego; Apodi, Pedro Raul e Dadá Belmonte (Luiz Filipe). Técnico: Jair Ventura

 

Gols: Morato (AVA) aos 3 minutos do 1º tempo, Guilherme Bissoli (AVA) aos 5 minutos do 2º tempo, Muriqui (AVA) aos 16 minutos do 2º tempo, Pedro Raul (GOI) aos 31 minutos do 2º tempo e Elvis (GOI) aos 41 minutos do 2º tempo

 

Cartões amarelos: Douglas (AVA), Cortez (AVA), Lucas Ventura (AVA), Dentinho; Maguinho (GOI), Fellipe Bastos (GOI), Matheus Sales (GOI) e Luan (GOI)

 

Cartão vermelho: Morato (AVA)

 

Público e renda: 5.883 torcedores para uma renda de R$ 129.305

 
 
Fonte: Ian Sell / ND+
Anderle Telhas e Acessórios