Rui Car
24/04/2022 13h03

Brusque colapsa diante do Sampaio Corrêa, desperdiça pênalti e perde a segunda seguida na Série B

Quadricolor desperdiçou chances cruciais e foi castigado com placar pesado em São Luís (MA)

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Ronald Felipe / Sampaio Corrêa

Foto: Ronald Felipe / Sampaio Corrêa

Delta Ativa

O Brusque foi derrotado por 3 a 1 para o Sampaio Corrêa na noite deste sábado (23), no Castelão, em São Luís (MA), pela terceira rodada da Série B. Eron, André Luiz e Rafael Vila marcaram para os donos da casa, enquanto Fernandinho diminuiu no final do jogo, que ainda teve um pênalti desperdiçado por Zé Mateus. É a segunda derrota consecutiva do Marreco na Série B.

 

Com o revés, o quadricolor segue sem vencer na região Nordeste do país. Desde o primeiro jogo, contra a Juazeirense-BA em 2019, são dois empates e nove derrotas, com 10 gols marcados e 29 gols sofridos.

 

O Sampaio Corrêa interrompeu uma série de sete jogos sem vitória. O último triunfo da Bolífica Querida havia sido em 27 de março, pelo Campeonato Maranhense: 3 a 1 sobre seu arquirrival, o Moto Club.

 

As equipes tiveram como obstáculo as fortes chuvas que vem caindo sobre o Maranhão. A chuva apertou mais no segundo tempo, mas o campo do Castelão já estava danificado e pesado desde antes do apito inicial.

 

Quase nada

 

O primeiro tempo foi bastante picotado por faltas e atendimentos médicos a jogadores. Com a bola rolando, o ritmo era lento. O Brusque dominava a maior parte das ações, mas sem levar muito perigo ao goleiro Luiz Daniel. O Sampaio Corrêa começou o jogo um tanto confuso, sem conseguir rodar muito a bola.

 

Aos 14 minutos, o Sampaio Corrêa acionou sua principal arma pelos lados do campo: o atacante Pimentinha, de 34 anos. Ele partiu para cima de Alex Ruan, entrou pelo lado da área e foi calçado pelo lateral-esquerdo quadricolor. Pênalti claro. Eron cobrou rasteiro, no meio do gol, e Ruan Carneiro caiu em seu canto direito.

 

Momentos brusquenses

 

O Brusque demorou para se reencontrar no jogo, que continuava moroso. Foram criadas poucas chances. Aos 25 minutos, Trindade chutou rasteiro, cruzado, e o árbitro apontou desvio de Luiz Daniel para escanteio.

 

Aos 31, tiveram início os melhores momentos do quadricolor na partida. Fernandinho partiu no mano-a-mano com Mateusinho, tentou cruzar, e ganhou o escanteio. Na sequência, Jailson pegou a sobra, ajeitou, e chutou de pé esquerdo. A bola bateu na zaga e ficou com Éverton Alemão, finalizou firme, no alto. Luiz Daniel fez ótima defesa, a única com algum esforço maior vista em todo o primeiro tempo, dos dois lados.

 

Aos 43, o Brusque teve um bom momento. Rodolfo Potiguar ganhou a bola no meio-campo e partiu em contra-ataque para servir Fernandinho. No entanto, o camisa 11 ajeitou e chutou de fora da área, com a bola passando muito alta, por cima do gol.

 

Lampejos da casa

 

Principalmente na segunda metade da etapa inicial, o Sampaio Corrêa foi quase nulo no ataque. O quadricolor era quem tinha mais posse de bola e finalizações, mas pouca efetividade na frente.

 

No final do primeiro tempo, a Bolívia Querida conseguiu fazer algo mais, novamente com Pimentinha. Ele partiu pela ponta direita e foi novamente derrubado por Alex Ruan. Falta e cartão amarelo para o jogador do Brusque. Logo depois, o Sampaio conseguiu dois chutes em sequência. Um bateu na barriga de Eron, e o segundo, de Rafael Vila, teve desvio e saiu pela linha de fundo.

 

Outro jogo

 

Os 10 primeiros minutos do segundo tempo tiveram mais ação que toda a primeira etapa. Antes de o relógio marcar o primeiro minuto decorrido, Lucas Araújo mandou um balaço do meio da rua, que explodiu no travessão de Ruan Carneiro.

 

O Brusque respondeu logo na sequência, e seguiu em cima em busca do gol de empate. Aos sete, em cobrança de escanteio de Alex Ruan, houve desvio e a bola bateu no gramado e depois no travessão. Aos oito, em falta cobrada novamente por Alex Ruan, Éverton Alemão subiu e fez o desvio no meio da área. Fernandinho recebeu no segundo poste e serviu Júnior Todinho, que, na pequena área, encheu o pé e isolou de forma absurda.

 

Quem não faz…

 

Eram 10 minutos de segundo tempo quando o Sampaio Corrêa fez uma segunda chegada com mais perigo, depois daquele chute no travessão. Em cobrança de escanteio Ygor Catatau desviou do meio da área. A bola chegou a André Luiz, praticamente sozinho, que cabeceou no contrapé de Ruan Carneiro e balançou as redes: 2 a 0.

 

Nada dava certo

 

O quadricolor tentava uma reação. Aos 15, Fernandinho ganhou uma jogada aos trancos e barrancos pela direita. Contra Luiz Daniel, perdeu a dividida, pediu pênalti, mas foi um lance normal. Logo depois, Jailson chegou na linha de fundo pela esquerda, cruzou, e Zé Mateus chutou de primeira para fora.

 

Até que, aos 18, o Brusque teve um pênalti a seu favor. Éverton Alemão recebeu levantamento e adiantou demais no domínio de peito. Chutou e teve um choque com o goleiro Luiz Daniel. Foi marcado pênalti, confirmado pelo VAR. Zé Mateus foi na bola e chutou forte, mas à meia-altura e próximo do meio. Luiz Daniel teve méritos em uma ótima defesa.

 

Terceiro

 

Aos 27, Rafael Vila recebeu de Mateusinho e, livre, arriscou de longe. Ruan Carneiro falhou a defesa e a bola morreu no fundo do gol. A partir de então, o Brusque já não teve muito mais o que fazer, e perdeu todo o ímpeto mostrado até então na segunda etapa.

 

O Sampaio Corrêa esteve perto de ampliar o placar. Eron recebeu passe de Pionteck e tentou o chute colocado. A bola passou próxima à trave esquerda.

 

Diminuindo

 

Se o Brusque merecia ao menos um gol desta partida, o conseguiu aos 45 do segundo tempo. Em levantamento da direita, Fernandinho dominou, deixou o goleiro e o marcador para trás só com um corte e fuzilou para o gol. O assistente marcou impedimento, mas o gol foi validado pelo VAR.

 

Próximo jogo

 

O Brusque enfrenta o CSA no estádio Augusto Bauer, pela quarta rodada. A partida está marcada às 20h30 desta terça-feira, 26.


Sampaio Corrêa 3×1 Brusque

 

Campeonato Brasileiro – Série B
3ª rodada
Sábado, 23 de abril de 2022
Castelão, São Luís (MA)

 

Sampaio Corrêa: Luiz Daniel; Mateusinho, Nilson Júnior, Pedro, Lucas Hipólito; André Luiz, Ferreira (Lucas Araújo), Rafael Vila; Ygor Catatau (Wesley Pionteck), Pimentinha (Thiago Ennes); Eron (Rafael Costa).
Técnico: Léo Condé

 

Brusque: Ruan Carneiro; Toty, Éverton Alemão, Jeferson Bahia, Alex Ruan; Zé Mateus, Rodolfo Potiguar, Trindade (Álvaro [Pedoca]); Jailson (Lucas Silva); Fernandinho e Júnior Todinho (Juliano).
Técnico: Waguinho Dias

 

Trio de arbitragem (MS): Paulo Henrique Schleich Vollkopf, auxiliado por Eduardo Gonçalves da Cruz e Marcelo Grando.

 

Árbitro de vídeo: Leone Carvalho Rocha (GO)

 

Gol: Eron (16′-1ºt), André Luiz (11′-2ºt) e Rafael Vila (27′-2ºt); Fernandinho (45′-1ºt).

 

Cartões amarelos: Pimentinha, Rafael Vila; Alex Ruan.

 

Fonte: João Vitor Roberge / O Município
Anderle Telhas e Acessórios