Rui Car
19/01/2023 09h37

Concórdia e Figueirense empatam sob forte calor, no Oeste de SC

Jogo fraco abriu 2ª rodada do Campeonato Catarinense

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Divulgação / FCF

Foto: Divulgação / FCF

Delta Ativa

Concórdia e Figueirense jogaram, na tarde desta quarta-feira (18), na abertura da 2ª rodada do Catarinense 2022, em Concórdia. Sob um forte calor, as equipes não saíram de um empate, sem gols e sem muitas emoções.

 

Ambos voltam a campo já no final de semana para a sequência do campeonato. Com o resultado o Figueirense assumiu a liderança provisória, com 4 pontos e o Concórdia chegou aos 2 pontos sem marcar, mas também sem sofrer gols.

 

História do jogo

 

O Figueirense estreou com vitória, em casa, sobre o estreante Atlético Catarinense, placar de 1 a 0. O Concórdia, por outro lado, encarou o Criciúma, no Sul do Estado, e, diante de 8 mil pessoas, garantiu um empate em 0 a 0.

 

Também por isso criou-se uma expectativa para o time que ousasse vencer, ainda que de maneira provisória, poderia assumir a liderança do estadual.

 

Com bola rolando ficou nítida a influência do clima abafado, também pelo horário, da região Oeste de Santa Catarina. Pouco depois das 16h os termômetros aferiam 31°C.

 

O jogo

 

Assim que a bola começou a rolar ficou evidenciada a influência do calor sobre os atletas. Com movimentos ‘lentos’, era nítida a condição ‘pesada’ que foi criada em função de um clima adverso para toda atividade, sobretudo, de esforço físico.

 

O Concórdia, dono da casa, foi o portador das ações ofensivas. É bem verdade que, apesar da posse de bola, o time de Itamar Schülle não soube muito o que fazer.

 

A única chance do Galo do Oeste – e de toda a primeira etapa – saiu nos pés de Paulinho que recebeu uma bola da entrada da área e, de primeira, bateu firme. A bola passou a direita de Gabriel.

 

O Figueirense, lento e com suas linhas bem encolhidas, pouco ofereceu ao adversário. Longe da meta, não conseguiu uma conclusão sequer em direção ao seu adversários.

 

Segundo tempo

 

A situação se manteve na segunda etapa com um Concórdia, ainda que sem muita criatividade, mais incisivo. Em dado momento o placar dos escanteios indicava 7 a 1 para o time da casa.

 

O jogo, embora um começo mais animado do time da casa, se arrastou e terminou exatamente como começou: 0 a 0.

 

Próxima parada

 

O Figueirense recebe o JEC, no sábado, às 16h, no estádio Orlando Scarpelli. Já o Concórdia segue no Oeste de Santa Catarina onde recebe, no domingo, a partir das 16h, o Barra.

 

FICHA TÉCNICA

 

Concórdia: Rafael; Juliano, William Alves, Perema e Tetê (Bruno Ré); Felipe Manoel, Cesinha, Paulinho e Ruy (Joãozinho); Jackson (Eduardo) e Vini Moura (João Guilherme). Técnico: Itamar Schülle.

 

Figueirense: Gabriel; Elias, Maurício, Otávio Gut e Vinicius Nucci; Uesley Gaúcho (Lucas Campos), Robson Alemão e Gustavo França (Peixoto); Andrew (Wellisson), Bruno Paraíba (Jeferson) e Nicolas (Rafinha). Técnico: Cristóvão Borges.

 

Cartões amarelos: Ruy (CON); Gabriel, Nucci, Peixoto, Jeferson (FIG)

 

Arbitragem: Luiz Augusto Silveira Tisne; auxiliado por Thiaggo Americano Labes e Eder Alexandre.

 

Local: estádio Domingos Machado de Lima, em Concórdia (SC). Data: 18/01/23

 

Fonte: ND+
Anuncie Aqui