29/11/2021 11h22

Em virada incrível no fim, Avaí vence o Sampaio Corrêa e está na Série A

Leão da Ilha perdia a partida até os 35 minutos do segundo tempo, quando Valdívia empatou; já nos acréscimos, Renato fez o gol salvador

PUBLICIDADE
Assistência Familiar Alto Vale
Valdívia festeja o gol de empate (Foto: Gustavo Medeiros / @gustavooficialllll)

Valdívia festeja o gol de empate (Foto: Gustavo Medeiros / @gustavooficialllll)

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Incrível, inacreditável, épico. Use o adjetivo que quiser. Em uma virada improvável já nos acréscimos, o Avaí venceu o Sampaio Corrêa por 2 a 1 e está na Série A do Campeonato Brasileiro em 2022.

 

O Leão da Ilha perdia a partida até os 35 minutos do segundo tempo quando Valdívia, de pênalti, empatou. Já nos acréscimos, Renato, de cabeça, virou o placar para a festa dos mais de 15 mil torcedores presentes no estádio da Ressacada neste domingo (28).

 

A equipe catarinense termina a Série B em quarto lugar, com os mesmos 64 pontos do Coritiba, o terceiro colocado.

 

Primeiro tempo tenso

 

A primeira etapa começou como já era esperado. Precisando do resultado, o Avaí subiu as linhas tentando pressionar alto o Sampaio Corrêa. A equipe catarinense até conseguia roubar a bola no campo de ataque, no entanto, encontrou muitas dificuldades para criar oportunidades claras para finalizar.

 

O Leão da Ilha emendou duas chances claras a partir dos 30 minutos. Na primeira, Getúlio recebeu cara a cara com o goleiro, tentou driblar, a bola ficou viva e Serrato chutou para defesa incrível de Luiz Daniel.

 

Dois minutos depois, Copete achou belo lançamento para Getúlio, o camisa 99 tocou de cabeça encobrindo o goleiro, mas a zaga conseguiu tirar antes da bola cruzar a linha do gol.

 

De olho nos outros resultados da rodada, o CSA, também postulante ao acesso, já vencia o Brasil (RS) por 2 a 0, quando, aos 36 minutos, a Ressacada “gelou”. Lourenço errou passe no meio-campo, Ciel arrancou, driblou Alemão e, cara a cara com Glédson não perdoou: 1 a 0 Sampaio Corrêa. O resultado naquele momento deixava o Avaí fora do grupo dos quatro primeiros.

 

Após o baque, a equipe catarinense ainda tentou pressionar a Bolívia Querida, mas foi para o intervalo atrás do placar sob um misto de vaias e aplausos dos torcedores.

 

Segundo tempo

 

Insatisfeito com o rendimento da equipe, Claudinei Oliveira mexeu logo no intervalo. Valdívia entrou na vaga de Marcos Serrato.

 

Logo aos dois minutos, Lourenço deu drible em Eder Lima, bateu cruzado e Getúlio, por muito pouco, não completou para o gol.

 

Precisando virar a partida para conseguir o acesso, a equipe catarinense tentou empurrar a equipe adversária para trás, porém, apesar da grande posse de bola, esbarrava em tarde pouco inspirada do setor ofensivo.

 

Pênalti, VAR e virada

 

Aos 28 minutos veio um sopro de esperança. Valdívia cruzou na área, Alemão cabeceou e a bola bateu na mão de Allan Godói. Após longa consulta ao VAR, Marcelo de Lima Henrique confirmou a penalidade.

 

Edilson foi para a bola, bateu cruzado e Luiz Daniel defendeu. A Ressacada se calou, alguns torcedores até mesmo já estavam deixando as arquibancadas quando o VAR voltou a chamar o árbitro. Houve invasão no momento da cobrança e a mesma precisaria ser repetida.

 

Dessa vez, já aos 35 minutos, Valdívia foi para a bola. O camisa 10 bateu no meio do gol e deixou tudo igual. Porém, o empate não bastava para o Avaí, já que o CSA vencia o Brasil (RS) por 4 a 0 e estava na frente do Leão pelo número de vitórias.

 

Claudinei Oliveira utilizou o banco de reservas e lançou os atacantes Renato e Felipe Saraiva nos lugares dos dois laterais João Lucas e Edilson. O Avaí veio para o abafa total no fim. Já aos 45 da segunda etapa, escanteio para o Leão. Valdívia levantou na área e Renato, que havia acabado de entrar, virou a partida.

 

O torcedor avaiano ainda “gelou” aos 49 minutos. Em cruzamento na área, Jean Silva desviou e Glédson defendeu para evitar o empate.

 

FICHA TÉCNICA:

Avaí 2×1 Sampaio Corrêa – 38ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

 

Avaí: Glédson; Edilson (Renato), Alemão, Betão e João Lucas (Felipe Saraiva); Bruno Silva, Lourenço (Rômulo) e Marcos Serrato (Valdívia); Copete, Getúlio e Vinícius Leite (Jonathan). Técnico: Claudinei Oliveira

 

Sampaio Corrêa: Luiz Daniel; Watson, Alan Godói, Nilson Jr e Eder Lima; Betinho, Ferreira e Eloir (Baraka); Jean Silva, Roney (Alyson) e Ciel (Jackson). Técnico: João Brigatti

 

Gols: Ciel (Sampaio Corrêa) aos 36 minutos do 1º tempo; Valdívia (AVA) aos 35 minutos do 2º tempo e Renato (AVA) aos 45 minutos do 2º tempo

Cartões amarelos: Alemão (AVA); Luiz Daniel (SAM), Betinho (SAM), Allan (SAM)

Cartão vermelho: Watson (SAM)

Público e renda: 15.588 para uma renda de R$ 303.140

Local: estádio da Ressacada, em Florianópolis

 
 
Fonte: Ian Sell e Marcos Jordão / ND+
PUBLICIDADE
Anderle Telhas e Acessórios