Rui Car
07/01/2023 09h31

Catarinense comandará Secretaria de Direitos da Pessoa com Deficiência

Anna Paula Feminella tem 50 anos e é natural de Florianópolis

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Arquivo / Geraldo Magela / Agência Senado

Foto: Arquivo / Geraldo Magela / Agência Senado

Delta Ativa

E Santa Catarina terá mais uma representante no Governo Federal. A catarinense de Florianópolis, Anna Paula Feminella, 50 anos, estará à frente da Secretaria Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, ligada ao ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania. A posse ocorreu na terça-feira (03).

 

A nova secretária nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência é graduada em Educação Física pela Udesc (Universidade do Estado de Santa Catarina), especialista em gestão pública pela Enap (Escola Nacional de Administração Pública) e em Educação Física Escolar pela UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina).

 

É servidora efetiva da Escola Nacional de Administração Pública há mais de uma década. Desde 2021, é coordenadora local de pesquisa nacional da Fundação Oswaldo Cruz sobre “O Conhecimento da Atenção Primária em Saúde sobre Deficiência”. Ministra palestras, oficinas e cursos referentes aos direitos das pessoas com deficiência em órgãos públicos e movimentos sociais, em diferentes contextos.

 

Anna Paula foi assessora da secretaria-executiva da Secretaria de Governo da Presidência da República. De julho de 2014 a julho de 2016, Feminella também atuou na coordenação do programa de Inclusão de Pessoas com Deficiência na Presidência da República e no Programa de Inclusão de Pessoas com Deficiência da Escola Nacional de Administração Pública.

 

São muitas as urgências e tensões, mas o melhor de tudo é saber que somos milhões que estão com o presidente Lula e com o ministro Silvio Almeida para transformar esse país em território acessível e inclusivo para todas as pessoas, sem deixar ninguém para trás”, disse ela em uma rede social.

 

Mãe de uma menina

 

Anna Paula ficou paraplégica em novembro de 2003. Após uma coluna de tijolo recém construída em sua casa caiu sobre ela no momento em que subia na rede. Cerca de 150 quilos caíram sobre ela.

 

A secretaria nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência viveu a experiência da gravidez na cadeira de rodas. Em 2012 nasceu sua única filha, Emiliana.

 

 
Fonte: ND+
Anuncie Aqui