Rui Car
29/08/2022 08h42

Família pede ajuda para trazer corpo de morador de SC morto em centro de imigração nos EUA

Corpo de Kesley Vial, que morava em Camboriú, deve ser levado de Houston, no Texas, até Dumbury, em Connecticut

Assistência Familiar Alto Vale
Família pede ajuda para trazer corpo de morador de SC morto em centro de imigração nos EUA Foto:Divulgação
Delta Ativa

A família do brasileiro Kesley Vial, 23 anos, precisa de ajuda para levar o corpo do jovem de Houston, no Texas, até Dumbury, em Connecticut, onde ele se reencontraria com a mãe. O jovem morava em Camboriú e morreu sob custódia da agência de imigração dos Estados Unidos na quarta-feira (24), cerca de quatro meses após ser preso ao tentar atravessar a fronteira com o México.

 

O primo dele, Dayvison Correa da Silva, contou ao g1 que mãe e filho não se viam há quase 20 anos, desde que ela se mudou para os Estados Unidos. Kesley morava em Santa Catarina com a avó. Nas redes sociais, a mãe de Kesley fez um desabafo e pediu ajuda para o translado do filho.

Todos que puderem me ajudar doando qualquer quantidade. Passei 19 anos longe dele, sempre na esperança de dar uma vida digna a ele. Meu maior sonho era lutar para que um dia estivesse aqui comigo — escreveu.

 

Familiares e amigos criaram uma vaquinha online. O valor estipulado foi de R$ 28 mil. Até as 8h desta segunda-feira (29), R$ 16.847 foram arrecadados. Ainda é preciso mais de R$ 11 mil

 

Quem era Kesley Vial

O jovem é natural de São Paulo, mas residia com a avó em Camboriú há pelo menos 10 anos. Ele tentou entrar no país sem documentação e foi detido por agentes da patrulha de fronteira. Segundo o amigo, Mateus Henrique dos Santos Koch, com quem compartilhou a adolescência, ele desejava encontrar a mãe.

 

Ele não via ela há mais de 15 anos. Eles praticamente iriam se conhecer de novo. Era um sonho dos dois — relata o amigo.

 

A imigração americana diz que o jovem teria sido capturado em 22 de abril, porém admite que a data pode não ser exata. Após ser detido, o brasileiro foi transferido para a custódia da ICE em El Paso em 29 de abril para aguardar o seu procedimento de deportação. Ele foi levado para um centro de detenção em Torrance, no estado do Novo México, enquanto aguardava o andamento do processo.

 

No dia 17 de agosto, Kesley foi encontrado inconsciente no centro de detenção, e no dia 24 de agosto morreu em um hospital para o qual foi encaminhado. 

 

 

Fonte:NSC
Anderle Telhas e Acessórios