Rui Car
25/01/2023 11h10

Jair Bolsonaro vai ter de passar por nova cirurgia quando voltar ao Brasil

Médico diz que espera o retorno do ex-presidente para agendar procedimento

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Delta Ativa

O ex-presidente Jair Bolsonaro será submetido a uma nova cirurgia, disse o médico Antônio Luiz Macedo, em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, publicada na quarta-feira 24. Macedo cuida de Bolsonaro desde a campanha de 2018, quando o então candidato sofreu uma facada durante um evento em Juiz de Fora (MG). Sem dar muitos detalhes, Macedo disse que a cirurgia será em decorrência das sequelas do atentado.

 

O novo procedimento deve ser um dos fatores para Bolsonaro levar em conta a decisão de retornar ao Brasil, de acordo com o médico. A realização da cirurgia nos Estados Unidos estaria descartada pelo alto custo.

 

Bolsonaro ficou internado nos Estados Unidos, entre 9 e 10 de janeiro, por causa de uma obstrução intestinal relacionada à facada.

 

Na ocasião, em entrevista à CNN Brasil, ele disse que daria continuidade ao tratamento no Brasil. “Eu vim para ficar até o final do mês, mas pretendo antecipar minha volta”, disse. “Porque, no Brasil, os médicos já sabem do meu problema de obstrução intestinal por causa da facada. Aqui, os médicos não me acompanharam”.

 

Depois da facada, em 6 de setembro de 2018, Bolsonaro teve lesões nos intestinos delgado e grosso. Ele fez a primeira cirurgia, que durou cerca de duas horas, na Santa Casa de Juiz de Fora. O intestino foi ligado uma bolsa de colostomia.

 

Em 12 de setembro de 2018, Bolsonaro passou pela segunda cirurgia, considerada de emergência, para reparar uma obstrução no intestino. O procedimento, feito em São Paulo, durou uma hora.

 

Em 28 de janeiro de 2019, já na Presidência da República, ele passou por procedimento para retirada da bolsa de colostomia. Foram retirados de 20 a 30 centímetros do intestino grosso de Bolsonaro na parte que ligava o intestino delgado à bolsa de colostomia.

 

No mesmo ano, em 8 de setembro, Bolsonaro fez nova cirurgia para corrigir uma hérnia, ocasionada pelas operações anteriores.

 

Bolsonaro passou por mais dois procedimentos, mas sem relação com a facada. Em janeiro de 2020, ele fez uma vasectomia e em setembro do mesmo ano, o presidente retirou uma pedra na bexiga.

 

O ex-presidente viajou para os Estados Unidos em 30 de dezembro, antes do fim de seu mandato, e está hospedado na região de Orlando.

 

Fonte: Revista Oeste
Anuncie Aqui