Rui Car
11/01/2023 15h31 - Atualizado em 11/01/2023 15h37

Lula sanciona lei que aumenta salário dos ministros do STF

Impacto da mudança no Orçamento será de R$ 255 milhões

Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Antonio Augusto / Secom / TSE

Foto: Antonio Augusto / Secom / TSE

Delta Ativa

O presidente Lula (PT) sancionou oito projetos de lei aprovados no fim de 2022, pelo Congresso Nacional, que concedem aumento de salário aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e membros de outros Poderes, ao longo dos próximos anos. O reajuste será feito escalonadamente, até chegar a quase R$ 47 mil em 2025.

 

O impacto da mudança no Orçamento será de R$ 255 milhões. O reajuste de cerca de 20% nos salários foi aprovado em dezembro. De acordo com o texto da lei, a remuneração dos magistrados passará dos atuais cerca de R$ 40 mil para R$ quase R$ 47 mil, até 1° de fevereiro de 2025.

 

Em dezembro do ano passado, o Parlamento também aprovou o mesmo aumento para os salários do presidente da República, do vice, de deputados, senadores e ministros de Estados, equiparando a remuneração à dos ministros do STF.

 

Dez dos 11 ministros do STF recebem Lula na sede da Corte, em Brasília, para uma conversa que durou 50 minutos - 09/11/2022 | Foto: Divulgação

Dez dos 11 ministros do STF recebem Lula na sede da Corte, em Brasília, para uma conversa que durou 50 minutos (Foto: Divulgação)

 

O procurador-geral da República terá o mesmo reajuste, que será escalonado e também chegará aos R$ 47 mil em fevereiro de 2025.

 

Já os salários do defensor público-geral federal chegarão a R$ 37 mil em fevereiro de 2025. Pelo aumento aprovado, também escalonado, em 1º de fevereiro de 2023, a remuneração chegará a R$ 35,5 mil; em 1º de fevereiro de 2024, R$ 36,5 mil; e em 1º de fevereiro de 2025, R$ 37,6 mil.

 

Fonte: Revista Oeste
Anuncie Aqui